Equipe de Dayane Mello emite nota de repúdio contra a Record TV

Através das redes sociais, a equipe da peoa fala como a edição do reality rural culpabiliza a modelo ao invés do funkeiro

Reprodução/PlayPlus
Dayane Mello em A Fazenda 13 (foto: Reprodução/PlayPlus)

A edição ao vivo do sábado (25/09) de A Fazenda 13  se  pronunciou e oficializou  a expulsão de Nego do Borel após acusação por estupro de vulnerável contra Dayane Mello . A decisão foi tomada pela equipe jurídica da emissora, além da  pressão popular  nas redes sociais. 
Neste domingo (26/09), a equipe da  modelo  publicou nas redes sociais uma nota de repúdio contra a emissora do bispo Edir Macedo.  De acordo com o perfil,  cenas importantes  do ocorrido pós-festa que vazaram na transmissão ao vivo do PlayPlus , foram omitidas do público. 
 
"Segundo o programa exibido, o resumo da noite da vítima foi correr atrás do homem que a violentou, dando indícios e sinais afirmativos para que o mesmo se sentisse livre para praticar o ato. Mostrando uma narrativa dos fatos, na qual colocam a vítima do abuso como alguém que buscou se colocar naquela situação, além de romantizarem todo o ocorrido", iniciou o comunicado.
 
A assessoria de imprensa da finalista do Gran Fratello VIP , versão italiana do Big Brother , também criticou os cortes nas trocas de carícias dela com a ex-panicat Aline Mineiro
 
"Para vender ao público a história construída, o programa inclusive ignora a relação da Dayane com outra participante, com quem já trocou diversos beijos e nenhum foi exibido", afirmou. 
 
"Também ocultaram partes importantíssimas, como o estado de embriaguez em que Dayane se encontrava, inclusive precisando de ajuda de quatro pessoas para vesti-la, não conseguindo sequer se segurar em pé", complementou.
 
"Esconderam dos olhos do público as diversas vezes que Dayane disse para parar, que não podia e não queria. Não mostraram as falas repugnantes do participante falando que precisava de concentração para seu órgão íntimo ficar rígido o suficiente para praticar atos sexuais", desabafou. 
 
Sobre as cenas com o psicólogo, a equipe também criticou a exposição de algo que parecia mais um interrogatório . O profissional perguntou sobre coisas que ela não tinha ciência, "inclusive direcionando e induzindo várias de suas respostas". Além do fato de ter sido um homem a conversar com Dayane  sobre tudo que aconteceu na noite anterior.
 
Por fim, a assessoria alega que a peoa teve seu direito de vítima negado. "Falar com as autoridades e seus advogados sobre o ocorrido, sob ameaças da produção de expulsão da mesma caso o fizesse, ultrapassando qualquer protocolo ou cláusula contratual".  

"Deixamos aqui o nosso repúdio a Record e a produção do programa, por banalizar um caso tão grave e insistir em colocar a vítima como vilã".

Equipe Dayane Mello


Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE SERIES-E-TV/REALITIES