Polícia e equipe jurídica de Dayane estão na porta da 'A Fazenda 13'

Enquanto os advogados tentam contato imediato com a modelo, a polícia quer recolher as evidências do caso

Reprodução/Twitter
Equipe de Dayane Mello está tomando providências (foto: Reprodução/Twitter)
Após os acontecimentos na madrugada deste sábado (25/9), em que Nego do Borel é acusado de estupro por internautas, a equipe de Dayane Mello, envolvida na situação, avisou que já está tomando providências cabíveis. 

Pelo Twitter, informaram que a polícia e os advogados da modelo estão na porta da sede da ‘A Fazenda 13’. 



No entanto, segundo o perfil oficial da participante, a produção do programa está dificultando o contato e a averiguação dos fatos, “mesmo com a apresentação da documentação necessária e boletim de ocorrência”. 

Logo depois, atualizaram com a informação de que a Record pediu para que aguardassem até a chegada do jurídico da emissora, para que o grupo acaompanhe as autoridades.

Mais cedo, a Record TV já havia se pronunciado sobre a polêmica e anunciado que as imagens iriam ser analisadas e que fariam um pronunciamento no programa de hoje à noite. 





Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a modelo visivelmente embriagada e vulnerável após o fim da festa desta sexta (24). Ainda assim, Nego do Borel se deitou com Dayane e teria insistido em ter uma relação sexual com ela. 

Na filmagem, é possível ouvir algumas falas da ex-participante do Gran Fratello Vip: "Para com isso, é que eu tenho uma filha", diz ela, sussurrando. Durante a madrugada, também tiveram sons de beijos, suspiros e até um gemido de homem: "Nossa".

A equipe do funkeiro, por sua vez, emitiu uma nota oficial dizendo que “não se deve tomar nenhuma conclusão com base em vídeos cortados e áudios embaralhados”. 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE SERIES-E-TV/REALITIES