Doceria na Savassi aposta na paixão pelo tradicional brigadeiro

Cadê meu brigadeiro? teve início na internet, migrou para o food truck e agora ganha loja fixa

por Walter Félix* 19/01/2018 09:18

Leandro Couri/EM/D.A Press
Variedade de produtos e brigadeiro no pote estão entre as atrações da casa (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Nada de bem-casados! Essa convicção do casal Mônica Gadan e Rodrigo Azevedo durante os preparativos de seu casamento marcou o início da parceria que extrapolou o acordo matrimonial. Em busca de um quitute diferenciado, a dupla apostou no brigadeiro gourmet, até então pouco conhecido. A descoberta deu origem ao Cadê Meu Brigadeiro?, empreendimento que teve início na internet, migrou para o food truck e agora ganhou loja fixa na Savassi.

Tudo começou em 2013. O interesse de Mônica em investir em um novo negócio a levou para São Paulo, onde fez curso de culinária focado no preparo de brigadeiros especiais. No início, os doces eram vendidos pelas redes sociais, mas a grande demanda a fez apostar no mercado de comida de rua. “Naquela época, ainda havia poucos food trucks em BH. Conhecíamos o modelo porque moramos por um tempo nos Estados Unidos”, explica ela.

 

 

A sociedade do casal ganhou mais força com a adesão de Fernanda Gadan, irmã de Mônica. As duas são formadas em administração de empresas e Rodrigo em turismo. O interesse pela gastronomia surgiu como uma necessidade do projeto. “Fomos pioneiros na venda de brigadeiros em food truck. Oferecíamos um diferencial: o chocolate belga puro em nossas receitas. Com a boa recepção, aumentamos a quantidade de produtos e vimos a necessidade de ter um lugar fixo, onde o público pudesse nos encontrar facilmente. Isso também permitiu a ampliação do cardápio”, revela Mônica.

Tradicionais, os brigadeiros seguem como o carro-chefe da casa, que oferece outros doces, bolos, tortas e cafés. O cliente encontra brigadeiros nos sabores ao leite, nozes, castanha-de-caju, amêndoa, leite Ninho e mesclado. Também são preparadas as opções meio-amargo (70% de cacau) e limão. A unidade custa R$ 3. Pode-se montar caixas com nove a 20 unidades (de R$ 29,50 a R$ 70).

BOMBONS Também feitos exclusivamente com chocolate belga, os bombons (ao leite, branco, pistache, caramelo salgado, frutas vermelhas e Ninho com Nutella, entre outros sabores) são pintados a mão. A unidade custa R$ 3,50 e a caixa varia de R$ 34,50 (nove unidades) a R$ 80 (com 20).

As tortas mais vendidas são as de caramelo salgado com chocolate (R$ 12 a fatia; R$ 95 inteira), de limão (R$ 12 a fatia; R$ 85 inteira) e de paçoca (R$ 12, fatia; R$ 95 inteira). Várias opções podem ser encomendadas pela internet, por meio do site oficial da loja.

A carta de cafés ainda está sendo criada. Por enquanto, a loja serve espresso (R$ 4,50), machiatto (R$ 5,50) e cappuccino italiano (R$ 7).

Outros destaques são os potes de brigadeiro de colher, mais cremoso que o tradicional, disponível nos sabores ao leite, meio  amargo e Ninho com Nutella (R$ 10 cada). As vitrines também exibem a trufa de chocolate belga (R$ 3 a unidade) e o pão de mel recheado com doce de leite (R$ 7 a unidade). Destacam-se os suspiros nos sabores café, canela e limão (R$ 8 a porção).

A doceria Cadê Meu Brigadeiro? também trabalha para eventos com sua food bike, ideal para locais pequenos, e com o tradicional food truck.

* Com supervisão da editora-assistente Ângela Faria


CADÊ MEU BRIGADEIRO?

Rua Fernandes Tourinho, 35, loja 112, Savassi. (31) 3140-2223 e 98012-0927. Funciona de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 19h; sábado, das 10h30 às 18h; e domingo, das 14h às 18h. Informações: www.cademeubrigadeiro.com.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA