Sereias e humanos vão se estranhar em Tidelands

Série com a participação do ator Marco Pigossi é atração da Netflix

por Redação EM Cultura 14/12/2018 08:20
Netflix/divulgação
(foto: Netflix/divulgação)

Nesta sexta-feira (14), estreia a série Tidelands, atração da Netflix com a participação do ator Marco Pigossi. O brasileiro faz o papel de Dylan, que se envolve com a protagonista Cal McTeer (vivida pela atriz australiana Charlotte Best). A moça volta para sua cidade natal, a pequena Orphelin Bay, no momento em que o assassinato de um pescador expõe o esquema de tráfico de drogas no povoado.

Cal, que viveu em reformatórios por ter cometido delitos leves, logo se identifica com os marginalizados do vilarejo litorâneo, os enigmáticos tidelanders – metade sereias, metade gente.

“Eles não são sereias, não são humanos. Então, você tem liberdade para brincar com isso, o que acrescenta muito à história. Poder respirar embaixo d’água... Imagine quantas possibilidades isso abre”, afirmou Pigossi.

Cal se aproxima da poderosa líder dos tidelanders, Adrielle Cuthbert (papel de Elsa Pataky, a Elena de Velozes e furiosos). As duas e Dylan, um motoqueiro sexy, formam um triângulo amoroso.

ÓDIO A trama é marcada pela tensão entre tidelanders e seres humanos. Tal atrito gera ódio, guerra e morte, antecipa Pigossi. Com oito episódios, a série é a primeira produção original australiana desenvolvida para a plataforma de streaming.

Elsa Pataky diz que a Tidelands é focada na força da mulher. “Isso ocorre em um momento muito oportuno”, comenta a atriz espanhola, que vive na Austrália com o marido, o ator Chris Hemsworth (o Thor de Vingadores –  Guerra infinita).

As cenas foram rodadas nas paradisíacas praias de Queensland, na região Nordeste da Austrália. Assinada por Stephen M. Irwin (criador da versão original de Secret and lies) e Leigh McGrath, a atração é dirigida por Catriona McKenzie. O elenco conta com Dustin Clare, Chloe de Los Santos, Mattias Inwood, Aaron Jakubenko e Madeleine Madden, entre outros.

NOVELA Galã de sucesso no Brasil – recentemente, foi Zeca em A força do querer (2017) e Nonato em Onde nascem os fortes (2018) –, o paulista Pigossi, de 29 anos, trocou a TV Globo, onde fez cerca de 10 novelas, pela Netflix quando venceu seu contrato com a emissora carioca.

Em entrevistas, o ator explicou que não rompeu com a Globo, apenas decidiu experimentar outros formatos de trabalho. Um dos novos projetos dele é Cidades invisíveis, série da Netflix dirigida por Carlos Saldanha (de Rio, O touro Ferdinando e A era do gelo). Assim como Tidelands, o enredo traz seres fantásticos, desta vez inspirados no folclore brasileiro.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE SERIES-E-TV