Criador do Rock in Rio, Roberto Medina fala sobre comprovante de vacinação

'Sou totalmente a favor não só dele, como da obrigatoriedade da vacina', diz fundador

Divulgação/Rock in Rio
Próxima edição acontecerá em 2022 (foto: Divulgação/Rock in Rio)

festival Rock in Rio  será realizado de dois a 11 de setembro de 2022 e, com isso, os fãs do evento estão 'para lá' de ansiosos com a próxima edição. Devido a pandemia que estamos vivendo, o fundador do Rock in Rio,   Roberto Medina , deve exigir a vacinação completa em sua edição de 2022.

 

Em entrevista para a revista Veja , Roberto defendeu a obrigatoriedade da vacina e o passaporte de vacinação para eventos. "Sou totalmente a favor não só dele, como da obrigatoriedade da vacina. O argumento de quem diz 'eu tenho a minha liberdade' é inaceitável. No momento em que uma pessoa se recusa a se vacinar, põe em risco outras vidas. Tem mais é que ser impedida de entrar nos eventos." 

 

Na entrevista, o fundado do mega festival também adiantou como será colocado em prática as medidas sanitárias de segurança no festival; tais como o uso de máscara, distanciamento social e o uso de álcool em gel. 

 

"Certos hábitos, como o uso de álcool em gel e máscara, permanecerão por um bom período," afirmou Roberto Medina. "Vamos aumentar a Cidade do Rock em 20% e manter o público em torno de 100 mil pessoas. Atrações que formam filas, como roda-gigante e tirolesa, ficam no cardápio, só que com estratégias de distanciamento na entrada. Fora isso, haverá mais pias para lavar as mãos e seguiremos as normas estabelecidas, que podem incluir a exigência do passaporte da vacina," disse.  

 

Confira as reações dos internautas sobre Rock in Rio 

 

 

 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE MUSICA