Grifes do interior de Minas conquistam novo clientes no Brasil e até no exterior

Confecções celebram o poder comercial de feira de negócios de moda que reuniu 205 fabricantes e lojistas no Expominas durante atividades do Minas Trend

por Laura Valente 21/04/2018 07:35

Leandro Couri/EM/D.A Press - 5/4/16
A grife Fabiana Milazzo participa do salão de negócios há anos e comemora abertura de mercado na Europa e no Oriente Médio a partir da presença na feira da moda (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 5/4/16)

Um balanço pra lá de positivo: grifes com sede no interior do estado, em polos de moda como Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Divinópolis, na Região Oeste, aproveitaram a participação na 22ª edição da Minas Trend, encerrada ontem, no Expominas, para abrir novos clientes, no país e no exterior.

Representando 60% dos expositores da feira, que reuniu 205 marcas dos segmentos vestuário, calçados, bolsas e acessórios em torno dos lançamentos para a temporada primavera-verão’2019, a cadeia de moda mineira – segundo setor que mais emprega no estado, comemora a performance no salão de negócios. A grife Fabiana Milazzo, de Uberlândia, aponta a feira de moda promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) como um divisor de águas em sua trajetória.

"Começamos as vendas de atacado aqui e, desde então, crescemos em média 10% a 15% a cada nova edição. Outro motivo de comemoração é a introdução da marca no mercado externo: hoje, temos loja em Los Angeles (EUA) e trabalhamos com showroom em Milão (Itália) por meio do qual atingimos países da Europa e do Oriente Médio, performance que fez com que a grife lance coleções não de acordo com as estações do ano, mas, sim, temáticas, com peças de frio e de calor, a fim de atingir um mercado global”, pontua a coordenadora de marketing Renata Horta.

 

Com o tema Peru escolhido para a temporada e peças cujo preço de atacado variam de R$ 250 (camisetas de neoprene) a R$ 15 mil (vestidos de festa elaborados), a grife também está presente em 80 pontos de venda no Brasil e mantém duas lojas próprias, na cidade de origem e em São Paulo. “O público-alvo é amplo: mulheres interessadas em looks casual, balada, coquetel dress e black tie”, descreve Renata.

Cliente da grife Fabiana Milazzo, entre outras marcas, Bárbara Goulart, proprietária da multimarcas L’allume, de BH, conta que compra em média 10% do estoque na feira mineira, onde encontra produtos sofisticados. “Hoje, as clientes estão interessadas em produtos incríveis e diferenciados, se importam mais com o desejo que a peça provoca do que com o valor em si. Com essa expectativa, nossa ideia é investir 10% a mais no estoque (em comparação à temporada de inverno)”, afirma.

Túlio Santos/EM/D.A Press
Dona da L'allume, Bárbara Goulart conta que compra cerca de 10% do estoque da loja na feira (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

Moda praia

 

 

Proprietária da grife de moda praia e resort wear Verde Limão, de Divinópolis, Maureen Araújo encerrou a oitava participação no salão de negócios de moda com 20% de crescimento no volume de vendas e novos clientes estrangeiros. “Fechamos pedidos para lojistas da Austrália, Colômbia e França e também de Dubai, nos Emirados Árabes. Acredito que a moda praia daqui, alegre, colorida e de qualidade, remete à exuberância da mulher brasileira e agrada em cheio ao público internacional”.

 Também de Uberlândia, Letícia Manzan, estilista e proprietária da grife que leva seu nome, celebra 20% de crescimento (em comparação à edição de verão 2017) e a abertura de novos clientes em cidades do interior de São Paulo e do Sul, principalmente Curitiba e Porto Alegre. “O segmento moda festa é um dos maiores empregadores da cidade, que é referência em modelos ricos em bordados manuais. Com 10 anos de carreira e o segundo desfile na temporada de moda mineira, tenho na feira um dos principais públicos em atacado”. A grife emprega 30 funcionários diretos e tem lojas em Uberlândia e em São Paulo.
 

 Na coleção, inspirada nos anos 1980, a criadora levou para a feira um mostruário com 160 modelos de preços variáveis entre R$ 129 a R$ 5 mil (no atacado), antecipando um verão que promete ser ainda mais quente em negócios. “Ao todo, minha expectativa é fechar a temporada com crescimento de 50%, somando as vendas daqui e das feiras que faço em SP”, encerra.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']