Pai de Tiago Leifert defende o filho e fala sobre nepotismo: 'Escrutínio'

'Foi tocante e merecida a linda homenagem que lhe foi prestada ontem pela Globo e por seus colegas', disparou Gilberto

Divulgação/Reprodução/Instagram/Edição: IstoÉ
Gilberto Leifert e seu filho, Tiago (foto: Divulgação/Reprodução/Instagram/Edição: IstoÉ)

Gilberto Leifert , pai de   Tiago Leifert , compartilhou um texto de desabafo nos comentários de uma publicação do filho o defendendo dos comentários de Ícaro Silva , onde ele estava insinuando que o ex-apresentador do BBB teve privilégios na Globo por ser filho de um diretor da área comercial.

O publicitário, que ocupou um cargo de chefia na emissora por 30 anos, escreveu: "O esporte preferido dos brasileiros não é o futebol. É o falar mal dos outros".

Gilberto inicia o desabafo afirmando que  Tiago  "talvez não goste de ver seu pai tratando deste tema em público, mas estava na hora". Em seguida, diz que nunca interferiu no trabalho do filho — mas reconhece que os chefes de Tiago eram seus colegas. 

 

"Jamais me meti nos assuntos que diziam respeito ao seu trabalho. Essa era a nossa regra do jogo (minha e sua) e meus pares a presumiam", continuou.  "Colocar o filho na telinha e expô-lo ao escrutínio diário da diretoria, do público, do mercado publicitário e da crítica não é o jeito mais suave e menos chamativo de nepotismo", disse Gilberto .

 

"Tiago: Você talvez não goste de ver seu pai tratando deste tema em público. Mas estava na hora. Tenho setenta anos e cresci vendo a nação brasileira conviver com impunidade; negar o mérito das pessoas, suspeitar da honestidade e da integridade de quem alcança sucesso. O esporte preferido dos brasileiros não é o futebol. É o falar mal dos outros", escreveu o patriarca. 

 

E logo após, ele continua: "Por isso, foi tocante e merecida a linda homenagem que lhe foi prestada ontem pela Globo e por seus colegas do The Voice Brasil. O clip recordou sua trajetória e me senti muito feliz. Não apenas porque sou seu pai, mas porque fui seu colega. Nunca trabalhamos na mesma área. Você inicialmente numa emissora afiliada, depois no SporTV, no Jornalismo/Esporte e depois no Entretenimento. Eu no Comercial. Meus ex-colegas, que foram seus chefes, reconheceram desde logo seu talento, seu preparo e dedicação". 

 

None