Luisa Mell entra com medida protetiva de urgência contra o ex-marido

Gilberto Zaborowsky estaria proibido de chegar a menos de 500 metros de distância da ativista de causas animais

Reprodução/Instagram
Luisa Mell (foto: Reprodução/Instagram)

Separada do empresário Gilberto Zaborowsky ,   Luisa Mell   parece estar enfrentando momentos difíceis em sua vida. De acordo com informações do UOL , a ativista entrou com um pedido de medida protetiva de urgência contra o ex-marido. 

 

Luisa teria entrado com a medida na última segunda-feira (04/10), no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. O UOL teve acesso aos documentos e Mell pediu que Gilberto mantenha uma distância mínima de 500 metros, assim o proibindo de entrar em locais frequentados pela apresentadora. O empresário também não pode entrar em contato com a ativista por meios físicos ou eletrônicos, nem está autorizado a movimentar bens que pertenciam ao casal antes da separação.

 

Casada com Zaborowsky por dez anos, ela se separou em julho deste ano. Mell passou por um procedimento estético invasivo e  fez uma lipoaspiração nas axilas , autorizada pelo ex-marido enquanto ela estava desacordada.

 

 

Criador de saguis processa Luisa Mell e pede R$ 50 mil  

A protetora dos animais foi processada por um criador de saguis da cidade de Xanxerê, em Santa Catarina. Segundo informações do site Hora Top TV & Novela , o homem, que não teve a sua identidade revelada, resolveu processar a ativista da causa animal após tomar conhecimento de um vídeo postado pela apresentadora no instagram no dia 22 de agosto de 2021.

Na ação judicial, o profissional afirma que a postagem de  Luisa  é "inverídica e atentatória à sua dignidade", e que ela "propaga a informação de maneira odiosa, sem fundamento técnico e jurídico".

 

"O prêmio é um sagui? Eu não podia acreditar, mas era real. A foto não me deixava dúvida, eles realmente vão sortear um macaco? Foi quando eu resolvi ir até o perfil do responsável”, diz um trecho do vídeo. 

Com isso, ele pede uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: