Banda citada na CPI da COVID é retirada do Knotfest Brasil

A Armored Dawn tem dois integrantes que são donos da Prevent Senior, empresa denunciada na Comissão

Divulgação
Armored Dawn é retirada do Knotfest Brasil após denúncias na CPI da COVID (foto: Divulgação)
 

O Knotfest Brasil se pronunciou nesta quarta-feira (29/09) nas redes sociais para anunciar que a banda Armored Dawn não faz mais parte do line-up do festival. O motivo é curioso: A CPI da COVID , que expôs o envolvimento da Prevent Senior em fraudes junto ao Governo Federal. Eduardo e Fernando Parrillo , integrantes da banda, são donos da empresa .

"Em virtude das graves denúncias mostradas durante a Comissão Parlamentar de Inquérito, uma banda Armored Dawn NÃO PARTICIPARÁ do Knotfest Brasil 2022", disse o perfil oficial do evento no twitter, dando uma reportagem detalhada como exemplo. Outra banda será anunciada para o lugar da Armored.

Os donos da Prevent, inclusive, são membros de outra banda: A Doctor Phoebes , que, através da empresa dos músicos, tocou em grandes eventos, como o Rock in Rio e o Lollapalooza , por serem patrocinadores.

Acusações contra a Prevent Senior 

O nome da empresa do ramo da saúde surgiu na CPI da COVID como parte do 'gabinete paralelo', que aconselhava diretamente o Presidente Jair Bolsonaro nas questões envolvendo a pandemia de COVID-19.

 

Na comissão, a Prevent Senior foi acusada de orientar/coagir médicos a prescreverem de maneira indiscriminada os remédios que compõem o 'Kit COVID', comprovadamente ineficaz: Cloroquina, Ivermectina e Azitromicna. As receitas eram dados aos associados e até para pacientes que não apresentavam sintomas da doença.

 

Além disso, a empresa também estaria 'ideologicamente alinhada' ao Ministério da Economia contra um possível Lockdown, que paralisaria as atividades no país. 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE MUSICA