Anitta se irrita com notícia que questiona sucesso do single 'Medicina'

Matéria publicada no site 'G1' fez a cantora postar uma série de tuítes explicando como se deve ler o sucesso dos seus lançamentos

por Estado de Minas 24/07/2018 10:26
YouTube/Reprodução
Anitta comemora o sucesso de 'Medicina'. (foto: YouTube/Reprodução)
Anitta lançou na última sexta-feira (20) seu novo single, Medicina, cujo clipe foi gravado em diferentes partes do mundo. Apesar de já ter atingido 19 milhões de visualizações no YouTube e figurar no topo das paradas do streaming no Brasil, há quem questione o sucesso da canção, como foi o caso do site G1, que publicou, no domingo (22), uma notícia com a seguinte manchete: ''Medicina, de Anitta, já é 1º lugar no Brasil, mas nem entra em paradas do resto da América Latina''. A publicação irritou a cantora carioca, que publicou uma série de tuítes em resposta explicando como ela entende o desempenho de sua carreira. 

''Explicando um pouco sobre carreira e gráficos de crescimento com exemplos práticos. Antes do meu país me conhecer com Show das poderosas eu tive 5 singles trabalhados. Nestes, meu alcance era regional carioca em sua maioria (por ser meu local de origem), respingando um pouco nas suas adjacências. Com Show das poderosas houve um pico bem parecido com o de Downtown, citado na matéria. E logo depois uma pequena queda para o singles seguintes muito comum depois de picos grandes como esses (favor analisar qualquer gráfico de crescimento)'', escreveu ela. 
 
''Depois de mais de um ano (do lançamento de Show das poderosas) a música que conseguiu chegar próximo deste patamar foi Zen, mesmo assim nada comparado à rapidez meteórica dos resultados o primeiro grande hit. Depois mais uma pequena queda nos singles seguintes após o pico de Zen e seguimos estáveis até Bang feito alguns vários anos depois. Isso tudo para explicar que... Assim funciona um projeto de carreira. Sem pressa e desespero de meter os pés pelas mãos de frustrando com coisas naturais como curso normal de um gráfico de crescimento temporal'', continuou, nas publicações.

''Depois de Bang houve mais uma pequena queda e estabilidade até chegar Vai malandra anos depois. Não há como comparar a rapidez de resultados de um mercado trabalhado por 7 anos incessantes com a de um mercado que começou a ser explorado há apenas 1 ano. Obrigada'', finalizou. 

Após as mensagens de Anitta geraram grande repercussão na rede social, sendo caracterizadas pelos fãs como ''pisão'' e ''afrontosas'' o Twitter do site G1 respondeu: ''Boa explicação, Anitta. Obrigado por nos contar suas expectativas. Acrescentamos na reportagem''. 

Medicina, no melhor estilo Copa do Mundo, teve clipe gravado em diferentes países, como Brasil, Índia, Japão, Colômbia e até mesmo a Rússia, sede do mundial de futebol. Com um visual colorido, o vídeo traz crianças representando as diferentes culturas tradicionais de seus países ao som do ritmo latino reggaeton.

A letra em espanhol é assinada por Anitta em parceria com Jon Leone, Maurício Montaner, Mario Cáceres e Andy Clay. Leone assina a produção da faixa. A escolha da música como novo single da brasileira foi documentada por meio de um reality show publicado no  IGTV, nova plataforma do Instagram voltada exclusivamente para vídeos, onde ela mostrou o passo-a-passo de sua equipe para a escolha da música, que 'competia' com o single inédito Veneno, favorito da carioca para ser lançado primeiro.

Na última semana, a cantora confirmou que será a nova jurada do reality musical The voice, no México, ao lado do colombiano Maluma. Além disso, a cantora será tema da série documental Vai, Anitta, produzida pela Netflix. Ainda sem data de estreia, a produção irá mostrar os principais bastidores da carreira da cantora e principalmente sua ascenção nos últimos anos, com o projeto Xeque Mate e os shows internacionais
 
Abaixo, confira o clipe de Medicina:  
 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA