Muito além da arquitetura: a gastronomia na Modernos Eternos, em BH

Última semana para curtir o restaurante "O Concerto" e a culinária italiana do chef Raffaele Autorino, na mostra de arquitetura, design, decor e arte

Estado de Minas 06/10/2021 14:48
Gustavo Xavier/Divulgação
Restaurante 'O Concerto', de Gustavo Penna e Sandra Penna (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

A gastronomia é uma atração à parte na Modernos Eternos, mostra de arquitetura, design, decor e arte, que acontece até esta quinta-feira (7/10) no Colégio e Faculdade Arnaldo, em Belo Horizonte. Por mais um ano, a ala gourmet conta com a curadoria do chef Leonardo Paixão, que levou a operação da Popolare, empreendimento em sociedade com os chefs Raffaele Autorino e José Siebra.

Desta vez, o projeto do restaurante foi assinado pelo arquiteto Gustavo Penna, em parceria com sua irmã Sandra Penna. Instalado nas dependências do teatro do Arnaldo, o espaço batizado de O Concerto é uma experiência por si só. Ao adentrar pela torre, aos fundos do salão, o público se depara com um antigo afresco pintado no teto, que foi mantido intacto pelo arquiteto. Ao fundo, o palco foi transformado em bar e ganhou uma luminária gigante, inspirada nos zepelins, que muda de cor. O palco para apresentações artísticas ficou rebaixado no piso, que precisou ser todo nivelado na obra.

Para atender a demanda do público, outros projetos dão suporte ao restaurante e recebem o serviço da Popolare. É o caso do Lounge Gourmet , de Nathalia Moreira e Paula Marotta, e o Bistrô da Alameda , de Fernanda Ferreira. No terceiro andar da mostra, estão o Roof , do arquiteto Fernando César, e a Espetacular Doceria , projeto de Ana Paula Paolinelli. Já a cozinha de produção em si foi assinada por Juliana Lima Vasconcellos e Flávia D'Urso. Ao todo, são seis ambientes dedicados à gastronomia.

No menu da Popolare Modernos Eternos, a base é a cozinha italiana, típica da região do Mediterrâneo. São grandes clássicos, como pizzas de diferentes sabores e mini pizzas fritas, bacalhau, camarão, cogumelos, carnes e massas, burratas, carpaccios e o tradicional spaghetti com almôndegas. E sobremesas da Espetacular Doceria. Integrando a ala gourmet da mostra, também a Stella Artois, com a cerveja oficial, a Ivy Destilaria, com o gin oficial, e o Verdemar, com vinhos e cafés.

O CHEF

Raffaele Autorino nasceu em Nápoles e foi criado na Ilha de Ischia, onde por 20 anos trabalhou com gastronomia. Em 2013, mudou-se para o Brasil, tendo experiência com restaurantes próprios, com destaque para a inovadora Prima Napoletana.

Com a Popolare Pizza (do termo italiano para "popular"), inaugurada em 2020, em plena pandemia, oferece uma pizza de qualidade, com os melhores ingredientes, a preços acessíveis.

Para o chef, comida boa é comida simples, tradicional, em que os sabores são reconhecidos, sem muitas misturas ou excessos. "Procuro respeitar a origem, fazer uma comida afetiva, uma comida que me pertença, sem invenções. O cliente tem que bater o olho e se identificar com o que está comendo", diz.

PARA RECEBER


Gustavo Xavier/Divulgação
Cozinha Popolare, de Juliana Lima Vasconcellos e Flávia D'Urso (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

Na Cozinha , um ambiente que foge do habitual. Juliana Lima Vasconcellos e Flávia D'Urso propõem que o cenário gastronômico aconteça em uma estrutura metálica aludindo a um cubo de luz. A abertura para o exterior ressalta a interação do público com a culinária, que é reforçada através do uso de materiais que criam transparência.

Gustavo Xavier/Divulgação
Bistrô da Alameda, de Fernanda Ferreira (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

No projeto do Bistrô da Alameda , a arquiteta Fernanda Ferreira busca referências nas celebrações a céu aberto típicas do interior da Itália e da França, quando as pessoas se reúnem em volta de uma grande mesa, em um clima bucólico e intimista.

Gustavo Xavier/Divulgação
Lounge Gourmet, de Nathalia Moreira e Paula Marotta (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

Criado para conectar, permanecer e desfrutar, o Lounge Gourmet , de Nathalia Moreira e Paula Marotta, se faz presente, percorrendo o caminho entre o clássico original, o atemporal e o eterno. Em meio ao boulevard gourmet, entre atrações gastronômicas e artísticas, aí é possível transitar, apreciar e pousar para o desfrute de um fim de tarde agradável, em uma das mais icônicas edificações da capital mineira.

Gustavo Xavier/Divulgação
Espetacular Doceria, de Ana Paula Paolinelli (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

Na Espetacular Doceria , Ana Paula Paolinelli explora o conceito das pâtisseries e cafeterias francesas, com uma pegada art nouveau, em releitura vintage. Tudo o que lembra Paris, onde as pessoas se apropriam do espaço vivenciando emoções através da culinária dos doces e do romantismo do lugar.

Gustavo Xavier/Divulgação
Roof, de Fernando César (foto: Gustavo Xavier/Divulgação)

Inspirado nos rooftops das grandes metrópoles, o Roof foi concebido para receber de forma agradável e descontraída, proporcionando a sensação de liberdade e ar fresco. No projeto de Fernando César, o moderno se funde com o eterno sem deixar de lado o aconchego e a proximidade com a natureza, descortinando a visão para a cidade ao redor.

Modernos Eternos BH 2021 - 6ª edição
Até quinta-feira, 7 de outubro
Terça a quinta, de 15h às 22h
No Colégio e Faculdade Arnaldo
Praça João Pessoa, 200, Funcionários
modernoseternosbh.com
Instagram: @modernoseternosbh
Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE GASTRONOMIA