Festivais na Pampulha promovem música, gastronomia e cerveja

Região sedia Circuito Gastronômico, com pratos criados em homenagem a 'Grande sertão: veredas'; o evento de música eletrônica Só Track Boa; e o Festival Internacional de Cerveja e Cultura

por Walter Felix 28/09/2018 09:00

Sem tomar partido deste ou daquele perfil de público, a Pampulha abraça eventos para variados gostos neste fim de semana. A música eletrônica toma conta do Mineirão neste sábado (29), com a programação do Só Track Boa. Já o Festival Internacional de Cerveja e Cultura, também no Gigante da Pampulha, neste sábado (29) e domingo (30), une atrações artísticas com a oferta da bebida mais popular entre os boêmios. E o Circuito Gastronômico da Pampulha promove ações ao ar livre e a inclusão de pratos especiais no cardápio dos 17 restaurantes que integram a promoção.


Leandro Couri/E.M/D.A.Press
Sozinha ou acompanhada de cerveja, a música toma conta da Pampulha neste fim de semana (foto: Leandro Couri/E.M/D.A.Press)
A iniciativa gastronômica chega à sua nona edição homenageando o clássico Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa. Chefs da capital foram convidados para uma expedição pelo cerrado mineiro, que passou por Cordisburgo, Curvelo, Corinto, Três Marias, Pirapora e Várzea da Palma. Os profissionais investigaram alimentos e temperos mais populares nessas localidades, a fim de desenvolver pratos especiais. As criações podem ser conferidas até 28 de outubro, nos restaurantes participantes do Circuito.

O cerrado é um bioma que tem uma identidade muito forte, marcada por ingredientes como pequi, buritis, baru e pimenta-de-macaco”, observa o chef Edson Puiati, curador do evento. “A intenção era que os chefs participantes fossem inspirados por aquela história (do livro de Guimarães Rosa), pelas paisagens e os lugares, para que pudessem construir cardápios bem próximos do cheiro e do gosto do Grande sertão.”
Ele afirma que, embora reúna iguarias bem específicas, a região não foge às características da comida mineira. Prova disso é a popularidade de peixes salgados, como a tilápia, observada, em especial, na cidade de Três Marias, onde, “hoje, tornou-se ganha-pão de parte daquela população”, segundo Puiati.


SÓ Track Boa/Divulgação
O prato Encontro de Riobaldo e Diadorim, criado pelo chef Leandro Garandy, (foto: SÓ Track Boa/Divulgação)
O chef Leandro Garandy criou o Encontro de Riobaldo e Diadorim: cupim crocante ao molho madeira de café com rapadura e cachaça; acompanha guisado de feijão-de-corda com carne serenada e farofa de beiju de milho (R$ 75, individual). No Restaurante Único, a pedida sai nos jantares de quarta a sexta e também aos sábados, tanto no almoço quanto no jantar.

Já o chef Marcelo Haddad, do Restaurante Paladino, inspirado pelas vivências na Fazenda Jatobá, localizada na cidade de Corinto, criou o prato Expedição: bife ancho curado, molho de geleia de mocotó, arroz cremoso de abóbora, paçoca de pilão e ora-pro-nóbis (R$ 68, individual). A criação está disponível nos jantares de quarta a sábado.

No site do Circuito, é possível avaliar os 17 pratos participantes. O melhor, na opinião da clientela, será anunciado em outubro.

PAU A PIQUE A expedição pelo interior do estado também deu origem a uma exposição de fotos, atualmente em cartaz no aeroporto de Confins, e que segue depois para Vespasiano e Lagoa Santa. Para Piuati, foi um processo de redescoberta e valorização das origens. Chamou a atenção do chef a persistência do pau a pique, espécie de licor de quentão levado pelos jagunços nas viagens pelo sertão. Contemporânea aos personagens de Grande sertão: veredas, a bebida ainda é vendida por lá.

Unir forças entre a gastronomia e a literatura é uma das estratégias dos chefs de cozinha para ressaltar a importância da comida como expressão cultural de um povo. “A comida mineira tem influências africanas, portuguesas e reúne elementos da história do estado – que tem o próprio Guimarães Rosa como um dos atores. Mesmo as referências religiosas influenciam a gastronomia local”, diz Puiati.

Também coordenador do curso de gastronomia na Una, o chef salienta que os participantes do Circuito não vendem “apenas um prato”, mas uma experiência à sua clientela. “Sinto que as pessoas não vão aos restaurantes apenas para comer. Para um turista que passa por Minas, por exemplo, mesmo um torresmo com cachaça ou um fígado com jiló vêm com uma experiência. Um prato com ingredientes específicos de um território traz consigo uma história.”

 

SÓ Track Boa/Divulgação
O DJ KVSH é uma das atrações do festival de música eletrônica Só Track Boa, que toma conta do gramado do Mineirão, no sábado (29) (foto: SÓ Track Boa/Divulgação)
SHOWS Em sua quarta edição, o Festival Internacional de Cerveja e Cultura presta homenagem à Alemanha e anima as tardes no Gigante da Pampulha. Nos dois dias de evento, cerca de 34 cervejarias marcam presença, além das apresentações de artistas da cena mineira. As principais atrações deste sábado são as bandas Tianastácia, Dias de Truta e Young Lights. No domingo, sobem ao palco principal Ummaguma, Blues Etílicos e Audergang.

Na noite de sábado, o Gramado do Mineirão sedia o festival de música eletrônica Só Track Boa. O mineiro Luciano Ferreira, conhecido como DJ KVSH, integra o line-up. Fã de música e tecnologia, KVSH começou a criar o seu próprio som e divulgá-lo na internet quando tinha 15 anos. Hoje, aos 24, ele entende que seu trabalho serve como “porta de entrada” para pessoas pouco habituadas à eletro music. “Faço um som mais popular e sinto que, por isso, parte do meu público é aquele que ainda está conhecendo a música eletrônica. É uma galera que nunca ouviu, mas que se interessa pelos remixes que faço.”

O trabalho com canções brasileiras é um dos fatores que permitem a KVSH chegar a novos públicos. Seu foco, recentemente, tem sido nos vocais em português e espanhol, abrangendo também o rico repertório latino – igualmente negligenciado na cena eletrônica, segundo o DJ. “Não tenho um só estilo, busco explorar várias pegadas para não fazer sempre a mesma coisa. Tento investir naquilo que o mercado pede e no que é inovador”, diz.

O último lançamento do DJ é uma versão do reggae Sorri, sou rei da banda Natiruts, divulgado em agosto, que já se aproxima dos 2 milhões de visualizações no YouTube. KVSH atenta para o potencial da batida eletrônica quando associada a outros estilos, algo que não passou despercebido, por exemplo, às duplas sertanejas de sucesso Matheus & Kauan e Simone & Simaria, parceiros recentes do DJ Alok nos hits Suave e Paga de solteiro feliz, respectivamente.

O Só Track Boa traz ainda Gabriel O Pensador em parceria com a dupla Chemical Surf. Em turnê, o trio dá nova roupagem ao repertório do rapper, com remixes de Tô feliz (Matei o presidente) 2 e 2345meia78. Confira a entrevista do rapper ao Portal Uai.

 

Também sobem ao palco o anfitrião da festa Vintage Culture e os DJs Bruno Be, Dashdot e Lothief, entre outros.

MÚSICA, COMES E BEBES
Confira as atrações neste fim de semana na Pampulha

» CIRCUITO GASTRONÔMICO DA PAMPULHA

Até 28 de outubro, nos restaurantes Amadís, Anella, Casa do Chef, Degraus – Espaço Jaraguá, Degraus – Espaço Gastroculinário, La Palma, Maria das Tranças, Olegário Pampulha, Paladino, Planeta Lúpulo, Quintal Pampulha, Soul Jazz Burguer, SushiNoto, Taberna Livorno, Tudo na Brasa, Único Pampulha e Xapuri. Mais informações: www.circuitogastropampulha.com.br.

» FEIRA DO MINEIRINHO
Domingo (30), a partir das 8h: bandas Vira e Mexe e Diga Lá. Av. Antônio Abrahão Caram, 1.000, Pampulha. Entrada franca.

» FESTIVAL INTERNACIONAL DE CERVEJA E CULTURA
Sábado (29), a partir das 12h: Tianastácia, Dias de Truta, Young Lights e DJ Deriz. Domingo (30), a partir das 12h: Ummaguma, Blues Etílicos, Audergang, DJs Alex C, Daniel Seabra, Motoca, Cateb e André Kbça. Nos dois dias, em palco alternativo: Seu Madruga, Lurex, Ocus Pocus, Glasgow 9, Poison Gas, Velotrol e tributo ao Metallica.
Estacionamento do Mineirão. Av. Antônio Abrahão Caram, 1.001, Pampulha. Passaporte (para os dois dias de evento): a partir de R$ 100. Para cada dia: a partir de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (promocional, mediante doação de 1kg de alimento não perecível). Vendas pelo site centraldoseventos.com.br.

» SÓ TRACK BOA FESTIVAL
Sábado (29), das 18h às 8h: Vintage Culture, Bruno Be, Dashdot, Lothief, Rdt, Chemical Surf feat. Gabriel O Pensador, Cid, Gustavo Mota B2B Groove Delight, KVSH, Malaa e Volac.

Gramado do Mineirão. Av. Antônio Abrahão Caram, 1.001, Pampulha. (31) 3494-4646. Gramado (3º lote): a partir de 260 (inteira) e R$ 130 (meia-entrada). Camarote (4º lote): a partir de 460 (inteira) e R$ 230 (meia-entrada). Vendas pelo site sympla.com.br

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE GASTRONOMIA