Admirável mundo novo

Fábula é sobre uma sociedade completamente organizada sob o sistema de castas

14/04/2013 16:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Giovanni Menezes, médico anestesiologista e enófilo

Nos últimos dias, envolvido com a mudança para um novo apartamento e tudo o que acompanha, parei para refletir sobre uma parte da minha história. Móveis, objetos, livros, lembranças. Sonhos realizados, outros não. E um ar de desafio, do novo que se apresenta. Entre os livros folheio a instigante obra de Aldous Huxley, Admirável mundo novo, uma fábula sobre uma sociedade completamente organizada sob o sistema de castas. Seus membros eram produtos de ações de controle genético (predestinação) e condicionamento mental visando a uma civilização sem conflitos, dita harmônica. As pessoas eram programadas para exercer um determinado papel social e gostar dele, sem desejo ou questionamento.

A ordem dominante era mantida através do soma, um agente químico utilizado para controlar desejos e ansiedades. Enfim, um mundo fictício que muitas vezes tangencia o nosso de uma forma surpreendente... De volta à realidade, vejo o debate sobre a vida e obra da ex-primeira- ministra inglesa, Margaret Thatcher. Também conhecida como Dama de ferro, cultivou admiradores e opositores com suas ideias sobre o estado e seu papel na sociedade. Amada e odiada na Inglaterra. Vista com reservas na Argentina. Idolatrada nas Malvinas. Uma história de firmeza de propósitos e das suas consequências, como a admiração e o desprezo, o amor e o ódio.

Um contraponto ao mundo sem conflitos, do Huxley.No mundo do vinho é comum que nos acostumemos à nossa felicidade certa. Malbec na Argentina, carmenere no Chile, pinor noir na Borgonha como exemplos. Mas alguns apostam e anseiam por algo novo, que possa trazer uma experiência diferente.

A aventura de viver num mundo complexo e imperfeito. E do horizonte de gostar ou não.Para quem deseja sair do convencional, duas sugestões de tinto. Da Casa doVinho (31) 3286-7891), Elfo, uva susumaniello, da região italiana da Puglia. Aromas de fruta do bosque . Na boca, boa acidez e equilíbrio.Harmoniza bem com massas de boa estrutura. Da Importadora Decanter
(31) 3287-3618), o Archidano, uva primitivo, também da Puglia. No nariz, notas de fruta vermelha muito madura e couro. Na boca, agradável, potente e elegante. Boa pedida para carnes com massa.
O Elfo custa R$ 36 e o Archidano, R$ 89.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA