Applebee's investe na produção própria de hambúrgueres

por Fernanda Machado 25/06/2010 07:00
Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
O funcionário Daniel Novaes segue as regras de preparo do sanduíche do Applebee%u2019s (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
No início, era a ditadura da “sola de sapato”: encontrar um hambúrguer que não fosse industrializado, baixinho e congelado era tarefa praticamente impossível pelas ruas de Belo Horizonte. Hoje o quadro é um pouco diferente, visto que cerca de 10 casas investem na produção própria de seus bifes. Essa onda tem novo desdobramento na cidade com serviço implantado pelo restaurante Applebee’s: além de ter receita exclusiva, a casa agora investe especificamente no modo de preparo dos hambúrgueres bovinos, moldando a carne diariamente.

Pode parecer pouco, mas não é. A tentativa de dar caráter mais artesanal à linha de produção de sanduíches da casa tumultua os bastidores da cozinha e requer funcionários que fiquem exclusivamente por conta da tarefa, além de mudar os produtos que passam a compor a “despensa” local. “Antes, nossos hambúrgueres já chegavam aqui moldados, processados e congelados. Já eram diferentes, pois em vez de colocarmos os bifes numa chapa, nós os grelhávamos”, explica Mauro Bastos Pinhel, master franqueado da marca na capital mineira, Rio de Janeiro e Brasília.

Os hambúrgueres congelados e prontos para serem utilizados deram lugar à carne congelada em volumes de seis quilos. O corte é chamado chuck (segue a escola norte-americana) e corresponde ao acém, proveniente de gado da raça Angus, uma das mais valorizadas no mercado da gastronomia. Descongelada, ela é moldada manualmente em bolas de 200g todos os dias, que são mantidas resfriadas até o momento em que o freguês faz o pedido. A bola é levada para a chapa, onde é achatada no formato tradicional e fica três minutos de cada lado. Recebe tempero e é levada para o pão.

Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
Sanduíche da linha Realburguer, destaque do cardápio da casa (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
DIAGONAL Este é o mesmo processo para cada um dos sete novos sanduíches que integram a linha Realburgers, todos servidos com batatas fritas. O que mais chama a atenção é o Big Apple (R$ 35,90): dois hambúrgueres, dupla porção de queijo jack-cheddar, quatro fatias de bacon, cebola roxa, alface, tomate, picles e molho secreto da casa. É tão alto que requer mordida em diagonal: a aproximação frontal é incompatível com as dimensões da boca. A menos que se deseja a lambança total, é preciso ter cautela.

O restante dos sanduíches tem dimensões mais próximas das tradicionais, mas não necessariamente ingredientes usuais. É o caso do Surf ‘n turf (R$ 33,50), que reúne hambúrguer, mistura de queijos, cebolas grelhadas e, acredite se quiser, camarão. Outra pedida que chama a atenção é o caubói (R$ 32,90), que tem sobre o bife um grande anel de cebola empanado, além de queijo jack-cheddar, bacon, alface, cebola roxa e picles.

Há também os que levam pimenta chipotle envolvida em maionese (R$ 32,50), pimenta-do-reino moída na hora com fios de cebola empanados (R$ 32,50) e ainda um feito com tortilhas de trigo em vez do típico pão de hambúrguer (R$ 29,90). Mas se o objetivo da sua visita é perceber que diferença faz o fator “feito na hora”, o melhor é optar pela simplicidade do bom e velho hambúrguer (R$ 25,50), sem extras de espécie alguma.

APPLEBEE’S
Rodovia BR-356, 3.049, loja NL 45 e 46, BH Shopping, Belvedere, (31) 3286-2450. Aberto de domingo a quinta-feira, das 11h à 0h; sexta-feira e sábado, das 11h à 1h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA