Eventos gastronômicos retomam ingredientes mineiros históricos

por Sérgio Rodrigo Reis 14/05/2010 07:00
Rilson Wagner/divulgação
Em Congonhas, Festival da Quitanda valoriza as receitas tradicionais da cozinha mineira (foto: Rilson Wagner/divulgação)

Mineiro que é mineiro tem na (boa) lembrança uma bela mesa de quitandas em torno da qual a família se senta para apreciar as receitas e colocar o papo em dia. Inspirada na tradição, a cidade histórica de Congonhas, a 89 quilômetros de Belo Horizonte, resolveu propor festival que reunisse os tradicionais quitutes em barraquinhas estrategicamente instaladas na Romaria, um dos seus principais cartões-postais. A proposta deu tão certo que, amanhã e domingo, chega à 10ª edição, com premiações, shows de música, danças típicas, contação de histórias, lançamento de caderno de receitas e, é claro, as melhores quitandas da região.

Com a expectativa de reunir público de 15 mil pessoas, o festival terá como principal atração os 45 estandes com comidas típicas da culinária mineira. Além de receitas de Congonhas, participam do evento cozinheiras de municípios do Circuito do Ouro e região Central de Minas, como Belo Vale, Catas Altas, Conselheiro Lafaiete, Itaverava, Itabirito, Sabará, Ouro Branco, Ouro Preto, Rio Acima e São Gonçalo do Rio Abaixo.

O cenário da festa é inspirado na temática rural. Terá fogão à lenha, paiol com cela, fubá, feijão, arroz com casca e cercadinho com criação de pato e galinha. Novidade deste ano será a montagem de espaço para degustação das quitandas premiadas nos 10 anos do festival. Haverá uma barraca típica com forno à lenha para a preparação do cubu, espécie de broa feita com fubá de moinho d’água e enrolada na folha de bananeira.

A programação começa amanhã, às 18h30, com o lançamento e distribuição gratuita do caderno Festival da quitanda de Congonhas, com fotos e receitas premiadas nas edições anteriores. Às 21h, será a vez da noite de caldos e violas, com shows de Dominguinhos e da dupla sertaneja Kadu e Leo. No domingo, a festa começa às 9h, com o festival de broas, biscoitos, bolos, pães, doces, cachaça e pastel de angu. Às 10h, haverá contação de histórias e, em seguida, shows regionais, de hora em hora. Entre as atrações, grupo de Catira do município de Guarani do Oeste, de São Paulo.

A diretora de cultura de Congonhas, Míriam Palhares conta que o festival caiu no gosto da região. “Primeiro porque representa um resgate. Quitanda é do tempo dos avós, bisavós e, hoje em dia, ninguém tem muito tempo para preparar as receitas. Com o festival as pessoas resgatam essas delícias, conseguem provar o pão mineiro, o biscoito de polvilho e tantas outras especiarias assadas na hora.” Além disso, quem for à cidade poderá provar o chá de Congonhas, feito com a planta que deu origem ao nome do lugar, além das receitas de cerca de 80 quitandeiras. “O evento está crescendo”, comemora Míriam, feliz com o resgate desta tradição

EM SABARÁ Outro evento que promete chamar a atenção dos apreciadores da gastronomia mineira é o Festival do Ora-pro-nóbis, realizado de amanhã ao dia 23, em Sabará, região metropolitana de BH. No cardápio, a verdura que serve de ingrediente para várias e já famosas receitas. O ora-pro-nóbis é trepadeira natural da região, cujas folhas podem ser picadas e preparadas com costelinha, frango, carne de boi moída, bacalhau e outros acompanhamentos.

A ideia de transformar o gosto local em evento cultural surgiu da observação da grande movimentação que existia no Bairro Pompeu, a 5 quilômetros do centro histórico. No lugar, várias cozinheiras faziam sucesso com a verdura. “É uma comida interessante, típica da cozinha mineira. Aqui pegou porque a região do Pompeu tem seu charme”, explica o secretário de Turismo, André Gustavo Alves. Nos últimos anos, a intenção da prefeitura foi espalhar o evento também para outros locais. Atualmente, cerca de 15 restaurantes integram a festa, entre eles, o Espaço Cultural de Tradições Gastronômicas, no parque Quinta dos Cristais. Informações: (31) 3671-3241.

10º FESTIVAL DA QUITANDA DE CONGONHAS
Sábado, a partir das 18h30, e domingo, das 9h às 19h, na Romaria. A cidade fica a 89 quilômetros de BH. Festival do Ora-pro-nóbis de Sabará De sábado ao dia 23, em vários restaurantes da cidade, com destaque para o Bairro Pompeu. Informações: (31) 3672-7690 ou www.sabara.mg.gov.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA