Bom de cozinha e sem máscara

Heston Blumenthal estreia série de programas na TV a cabo. Adepto das pesquisas, ele chega a submeter seu assistente à tomografia para estudar o efeito da pimenta em áreas do cérebro

27/02/2009 09:48

GNT / DIVULGAÇÃO
O chef Heston Blumenthal, proprietário do cultuado The Fat Duck, está em busca da perfeição (foto: GNT / DIVULGAÇÃO)
Desde que abriu o restaurante The Fat Duck, em Berkshire, no Sul da Inglaterra, o chef londrino Heston Blumenthal se mostrou instigado pela pesquisa na cozinha. A crescente sofisticação de seus pratos não é simplesmente uma questão de ego, mas consequência de sua postura curiosa e questionadora em relação ao porquê de determinadas práticas culinárias. O flerte com a ciência foi, então, um caminho natural. O talento na junção de gastronomia e estudos rigorosos deu resultados que se tornaram famosos, como o sorvete de ovos com bacon. Desta vez, o chef desviará seu olhar atento para receitas consagradas mundo afora, como mostrará o programa À procura da perfeição, que estreia sexta-feira, 27/02, às 21h30, no canal GNT (TV paga).

Heston vai escolher um prato clássico para cada um dos oito episódios e tentar melhorá-lo; ou seja, vai mexer em time que está ganhando. Uma tarefa e tanto, que desafia os tradicionalistas e inspira os adeptos da criatividade – ou o contrário, já que o chef demonstra respeito pelas bases e origens das receitas e surpreende mesmo os mais ousados gourmets. Ele tem competência de sobra para isso.

O The Fat Duck integra a lista anual dos 50 melhores restaurantes do mundo (organizada pela revista inglesa Restaurant há sete anos) desde 2004, quando teve cotação máxima (três estrelas) no Guia Michelin. Ocupou o topo da lista em 2005, deixando para trás os gigantes El Bulli, The French Laundry, Tetsuya’s e Restaurant Gordon Ramsay. Atualmente, está em segundo lugar – posição que ocupou nas demais edições. O ranking deste ano será revelado dia 20 de abril.

Auxiliado por sua equipe, o chef levou seis meses tentando chegar à perfeição nos oito pratos escolhidos. "A perfeição nunca vem fácil", sentencia o chef no episódio que dedica ao chili, o apimentado cozido mexicano (e muito popular nos Estados Unidos) à base de carne, feijão e tomate. Mesmo com toda a monumental técnica que aplica a cada uma das tentativas, aconselha: "Essas receitas podem parecer complexas, mas você deveria tentar fazê-las em casa".

A conclusão a que chegou, no caso, foi a seguinte: chili acompanhado por muffin de milho e sorvete de creme azedo. Mas não se trata de um chili qualquer. Para desenvolver a tentadora receita que mostra no programa, Heston fez o dever de casa. Começou a pesquisa indo até a fonte, um concurso para eleger o melhor chili nos Estados Unidos. Conversou com frequentadores para saber quais acompanhamentos preferiam e com participantes para descobrir segredos e toques especiais da receita.

Sola de sapato

O que lhe falta de carisma frente as câmeras, sobra em determinação. De volta ao The Fat Duck, ele e a equipe provam diversos tipos de pimentas até suar, literalmente. Para se ter uma ideia, uma delas é chamada de "pênis do diabo". O chef chega a submeter um de seus assistentes a uma tomografia para descobrir que efeitos a pimenta causa no cérebro. Certo momento, ele mesmo faz papel de cobaia, inalando separadamente num laboratório os componentes de um bourbon para saber por que as receitas de chili ficam melhores quando a bebida é adicionada. Vale tudo na busca pelo prato perfeito.

Assim, o programa ganha não apenas em informação, mas se torna dinâmico. Além das cenas na cozinha, Heston vai a campo para conhecer pessoalmente o "objeto de estudo" e onde mais for necessário para saciar sua curiosidade científica. À paisana, também faz comentários pessoais a respeito da receita. Ele (e toda a produção por trás do programa, obviamente) realmente gasta sola de sapato. O espectador não verá o chef com as mãos na cintura esperando passar aqueles intermináveis minutinhos de um refogado. Afinal, numa cozinha a perfeição nunca será obra do acaso. Muito menos na cozinha-laboratório de Heston Blumenthal.

 

À procura da perfeição
Com o chef londrino Heston Blumenthal. Estreia nesta sexta-feira, 27/02, às 21h30, no canal GNT (TV paga).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA