Thais Carla vence processo contra Léo Lins por piada gordofóbica e comemora

A famosa quer que a ação inspire não só pessoas gordas que são vítimas de postagens pejorativas, mas também outras vítimas de ódio e invisibilização na internet

Reprodução/Instagram/Edição: Mais Goiás
Thais Carla e Léo Lins (foto: Reprodução/Instagram/Edição: Mais Goiás )

O humorista  Léo Lins   perdeu o processo por dano moral que estava sendo movido pela dançarina e influenciadora  Thais Carla . O comediante havia feito uma piada de mal gosto e gordofóbica ao comentar um vídeo feito por Carla onde ela comenta a dificuldade que pessoas obesas enfrentam para ter acesso às poltronas do avião.

Segundo o portal F5 , da Folha de São Paulo , o humorista deverá pagar R$ 5 mil pelo uso indevido da imagem. A juíza acrescenta que ele " exala inequívoca gordofobia ", que a liberdade de expressão, garantida no Estado Democrático de Direito, " não é um salvo-conduto para humilhar, expor a execração pública " e que é dever estatal proteger as minorias. 

Na sentença, os juízes Francinaldo Santos Palmeira e Carolina Almeida da Cunha Guedes , da 8ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais de Causas Comuns da Comarca de Salvador, frisam o crime de gordofobia. "O réu exalou inequívoca gordofobia, inclusive encorajando que as pessoas inscritas nas suas redes sociais publicassem mensagens igualmente ofensivas contra ela. Não há dúvidas da ofensa sofrida. No Estado Democrático de Direito é livre a manifestação de pensamento, o intercâmbio de ideias é louvável, até fomentado, sob pena de retornarmos aos tempos da censura" , afirmam. 

"No entanto, é dever estatal proteger as minorias. Dessa maneira, não é tolerável o discurso de ódio ou quaisquer atividades nocivas à Dignidade do Outro. Liberdade de expressão não é um salvo-conduto para humilhar, expor a execração pública"

Sentença dos juízes Francinaldo Santos Palmeira e Carolina Almeida da Cunha Guedes

Carla quer que a ação inspire não só pessoas gordas que são vítimas de postagens pejorativas, mas também outras vítimas de ódio e invisibilização na internet: "Fiz isso não só por mim. Internet não é terra de ninguém. Tudo tem consequências. Não devemos sofrer caladas" , desabafou. 

Vale lembrar que essa não é a primeira piada gordofóbica que  Léo  faz, no último ano, ele também fez comentários esdrúxulos direcionados a  Bia Gremion , utilizando uma foto da famosa para promover seu show de comédia. Nesta mesma ocasião, a apresentadora Mamma Bruschetta , que era colega de emissora de Lins no SBT , usou as redes sociais para criticá-lo: "Senhor Leo Lins, você me desapontou muito com a sua piada gordofóbica. Eu sou gorda, gosto de humor, mas nunca fiquei tão ofendida com uma publicação”

 

Nesta manhã (08/10), Carla compareceu ao Encontro com Fátima Bernardes e comemorou a vitória judicial. "Essa vitoria não é só para mim. Meu trabalho não é blogueira apenas, é social, vai dentro da alma. A pessoa gorda não tem cadeira, lugar no médico, emprego. O mundo ta querendo colocar que as pessoas sejam uma só. Tem que entender que somos de milhares de formas. O que aconteceu comigo é para mostrar que as pessoas não devem se calar. Não sou um monstro. É parar de usar a desculpa que é sobre saúde, não é ", disparou.  

"As pessoas julgam de primeira. Muito ruim no mundo. Julga que gordo é inútil, 'vai morrer brevemente'. Usam que ser gordo é falta de saúde, é ruim, incapaz. Mas é só um sinônimo da sua forma física"

Thais Carla

 

 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: