Gabriela Duarte conta que foi ameaçada após a entrada da mãe na política

Regina Duarte foi Secretária de Cultura do Governo Bolsonaro; filha conta o que sofreu durante o período

Reprodução/TV Glovo
Gabriela Duarte participou do Conversa com Bial (foto: Reprodução/TV Glovo)
 

Gabriela Duarte, que completa 47 anos nesta quinta-feira (15/04), deu entrevista ao programa Convesa com Bial e contou sobre as consequências da entrada de sua mãe, Regina Duarte, na política. Regina assumiu a Secretaria de Cultura do Governo de Jair Bolsonaro.

 

Gabriela conta que foi perseguida e sofreu ameaças após a decisão de sua mãe: "Eu entendo que exista uma associação, até mesmo pelo trabalho. É uma coisa que eu poderia ter feito o movimento de separação antes, talvez me expondo mais".

 

A atriz ainda conta que a decisão tomada por sua mãe não foi algo discutido em família: “Ela fez um comunicado. Era um desafio. Não tem que consultar os filhos, tem que comunicar”, contou a Bial. Por fim, Gabriela Duarte deu mais detalhes do que passou enquanto a mãe posava ao lado de Jair Bolsonaro e conta que documentou tudo.

Reprodução/Gshow
Entre outros assuntos, Gabriela comentou sobre as posições políticas da mãe (foto: Reprodução/Gshow)
 

“Até hoje me pego pensando em como a coisa respingou tanto em mim. Não somos a mesma pessoa, isso parece tão óbvio. Esse momento foi muito forte. Primeiro por pessoas que não tinham tanta relação comigo, mas me apoiaram muito. Essas pessoas realmente entenderam essa questão. E teve também um lado duro demais de pessoas me julgando, me cobrando um lugar de ter que me posicionar, de ter que apedrejar minha própria mãe em praça pública. Foi um período muito difícil. Já não bastasse estar no período da pandemia, e ainda ter que lidar com isso. Recebi muitas ameaças, isso nunca me passou pela cabeça que seria possível. Tenho tudo documentado, mas é bizarro”, finalizou a atriz. 

 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: