'A forma da água' e 'Três anúncios para um crime' dividem o favoritismo na 90ª edição do Oscar

A fantasia aquática do mexicano Guillermo Del Toro e a incendiária comédia amarga do britânico Martin McDonagh apresentamo= pontos em comum dentro de enredos completamente diferentes

por Pedro Galvão 04/03/2018 10:50
 FOX SEARCHLIGHT/DIVULGAÇÃO
Depois de receber 13 indicações ao Oscar, o longa 'A forma da água' foi envolvido em polêmica, ao ser acusado de plágio no roteiro (foto: FOX SEARCHLIGHT/DIVULGAÇÃO)
Foi assim no Globo de Ouro e depois no Bafta (prêmio da Academia Britânica de Cinema). A forma da água, romance fantástico do mexicano Guillermo Del Toro, liderou a lista de indicações, mas foi a trama incendiária de Três anúncios para um crime que inflamou os jurados, tornando o filme do inglês Martin McDonagh o maior vencedor em ambas as premiações. Para o Oscar, que chega à sua 90ª edição na noite deste domingo (4), em Los Angeles, as duas produções despontam novamente como favoritas, apresentando pontos em comum dentro de enredos completamente diferentes.

A forma da água chega à celebração no Teatro Dolby com 13 indicações – seis a mais que Três anúncios para um crime. Ao mostrar o amor entre uma faxineira muda de um laboratório do governo americano e uma criatura anfíbia capturada na Amazônia, nos anos 1960, Del Toro deu tom fantástico à trama e explorou em larga escala o virtuosismo gráfico. Por isso, o longa concorre em mais categorias técnicas, como melhor montagem, design de produção, edição de som, mixagem de som, figurino e fotografia.

 FOX SEARCHLIGHT/DIVULGAÇÃO
'Três anúncios para um crime' tem menos indicações à estatueta, mas venceu mais prêmios nas disputas prévias à festa da Academia de Hollywood (foto: FOX SEARCHLIGHT/DIVULGAÇÃO)
O outro favorito, que retrata num tom de comédia amarga e sarcástica o drama contemporâneo de uma mãe indignada com a impunidade do criminoso que estuprou e matou sua filha, em uma pequena cidade norte-americana, é mais forte nas categorias principais, que envolvem atuações e roteiro. As duas produções estão no páreo pelo prêmio de melhor filme, mas apenas Del Toro foi indicado a melhor diretor – na história do Oscar, apenas quatro títulos levaram a estatueta de melhor filme, sem que seu diretor tivesse sido indicado.

No Bafta e no Globo de Ouro, o mexicano conquistou o prêmio de direção, mas viu o longa de McDonagh sair com mais troféus: cinco a três na premiação britânica e quatro a dois no Globo de Ouro. No SAG (prêmio do Sindicato dos Atores), o domínio de Três anúncios... foi bem maior – três a zero –, o que deu origem à tese de que ele havia superado A forma da água no favoritismo ao Oscar. Apenas no Critics’ Choice Awards (prêmio da Associação dos Críticos de Cinema de Hollywood) A forma da água levou a melhor, com quatro prêmios (entre 14 indicações), contra três (entre seis nomeações) dados a Três anúncios para um crime.

RIVALIDADE
Em 2017, houve uma rivalidade semelhante entre La la land: Cantando estações, de Damien Chazelle, e Moonlight – Sob a luz do luar, de Barry Jenkins. O musical de fotografia exuberante estrelado por Ryan Gosling e Emma Stone liderava as indicações (com 14, igualando o recorde de Titanic (1997) e A malvada (1950). Acabou conquistando seis estatuetas. Moonlight, de orçamento modesto (US$ 5 milhões, contra US$ 30 milhões de La la land) e com o apelo de ter as causas racial e LGBT atreladas à sua trama, tinha oito indicações ao Oscar e venceu três, incluindo melhor filme.

Se levantar alguma bandeira ou abordar as causas minoritárias em voga for um predicado importante para a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood definir seus premiados, A forma da água e Três anúncios para um crime se igualam, de certa forma. Embora com enredos muito distintos, ambos tratam da luta de pessoas submetidas a uma posição de inferioridade social para afirmar seu valor e suas escolhas.

Os dois também têm a presença feminina como eixo central. Cada uma a seu modo, as protagonistas de A forma da água (Sally Hawkins) e Três anúncios para um crime (Frances McDormand) são figuras combativas, resistentes e corajosas. As interpretações colocaram as duas atrizes na disputa pelo Oscar. McDormand venceu Hawkins no Globo de Ouro, no Bafta e no SAG.

O antagonismo nos dois longas está na figura do homem branco, chefe da tradicional família norte-americana e defensor de valores patriotas e conservadores, que são interpretados por Woody Harrelson (em Três anúncios..., indicado a melhor ator coadjuvante) e Michael Shannon, em A forma da água.

Os dois favoritos compartilham também pontos fracos, que podem ser os responsáveis por afastar deles a estatueta. Guillermo Del Toro foi acusado de plagiar uma peça teatral de 1969 do falecido dramaturgo Paul Zindel. O diretor e o estúdio Fox negam a acusação, mas a família de Zindel decidiu formalizar a denúncia com um processo.

RACISMO Três anúncios para um crime, por sua vez, é criticado pela construção de um de seus personagens. O policial Dickson (Sam Rockwell, indicado a melhor ator coadjuvante) é apresentado como um tira violento e racista, mas o desfecho de sua história foi considerado redentor (e inaceitável) por uma parte do público, interessada em ver uma postura mais firme da produção contra o racismo.

Martin MacDonagh, que é também o autor do roteiro, discorda dessa interpretação. “Não acho que o personagem seja redimido de nenhum modo. Ele começa como um babaca racista e é basicamente o mesmo no final, porém percebe que precisa mudar”, afirmou à Entertainment Weekly.

Para além dos pontos fracos que podem minar as chances de A forma da água e Três anúncios para um crime, os demais concorrentes têm credenciais para levar a estatueta. É o caso de Dunkirk, de Christopher Nolan, que soma oito indicações. Considerado uma proeza técnica pelo modo como mostra a retirada de 400 mil soldados aliados cercados pelos alemães em Dunquerque, na França, na chamada Operação Dínamo, o filme foi sucesso de crítica e tem a maior bilheteria entre os nove indicados ao prêmio principal do Oscar. Apenas Dunkirk  e Corra!, de Jordan Peele, figuram entre as 30 maiores bilheterias dos EUA em 2017.

A festa do Oscar será transmitida no Brasil pelo canal pago TNT, que exibe desde o desfile das estrelas pelo tapete vermelho, a partir das 20h30 (horário de Brasília). A entrega de prêmios tem início previsto para as 22h. NA TV aberta, a Globo anunciou a transmissão do evento a partir das 23h52.

Aquecimento


Veja como os dois favoritos a melhor filme se desempenharam nos prêmios prévios ao Oscar

A forma da água


  • Globo de Ouro: sete indicações; dois prêmios (direção e trilha sonora original)
  •  Bafta: 12 indicações; três prêmios (direção, design de produção e trilha sonora original)
  • SAG: duas indicações; sem prêmios
  • Critics’ Choice Awards: 14 indicações, quatro prêmios (melhor filme, diretor, trilha sonora original e design de produção)

Três anúncios para um crime

  •  Globo de Ouro: seis indicações, quatro prêmios (melhor atriz, melhor filme de drama, melhor ator coadjuvante e melhor roteiro)
  •  Bafta: nove indicações, cinco prêmios (melhor filme, melhor filme britânico, roteiro original, melhor atriz, melhor ator coadjuvante)
  • SAG: três indicações, três prêmios (melhor atriz, melhor ator coadjuvante e melhor elenco)
  • Critics’ Choice Awards: seis indicações, três prêmios (melhor atriz, melhor ator coadjuvante e melhor conjunto de atuação)


['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA