Belo Horizonte se entrega ao carnaval neste fim de semana

Banda Mole, Paulinho da Viola, Concurso de Marchinhas Mestre Jonas e ensaios de blocos vão movimentar a cidade

por Pedro Galvão 22/02/2019 09:20
Pedro Rabello/divulgação
Banda Mole sai no sábado, na Avenida Afonso Pena, honrando a tradição do bom-humor (foto: Pedro Rabello/divulgação )
Já é carnaval em BH, apesar de o reinado de Momo só começar no sábado que vem. O fim de semana terá programação intensa, com show de Paulinho da Viola, Banda Mole e jovens blocos ensaiando ou desfilando pelas ruas da capital. O Concurso de Marchinhas Mestre Jonas, que destaca a criatividade dos compositores da cidade, fará o seu Baile da Seletiva nesta sexta-feira (22).


Paulinho da Viola traz o projeto Bloco do amor ao Sesc Palladium, nesta sexta-feira (22). Ele e a filha, Beatriz Rabello, vão mostrar as canções do disco dela que dá nome ao show. O repertório contará também com Timoneiro, Amor à natureza e, claro, Foi um rio que passou em minha vida, clássico de Paulinho sempre lembrado no carnaval.

A parceria dos dois surgiu justamente no álbum Bloco do amor, cuja faixa-título foi escrita por ele. “Quando ouvi as outras músicas, entendi a intenção dela de falar sobre amores no carnaval e de uma coisa mais abrangente, nada muito específico. Gostei muito. Na mesma noite, comecei a escrever uma coisinha. Quando Beatriz ouviu, quis gravar e deu o nome ao disco”, relembra Paulinho da Viola.

SÍNTESE “Ele foi tão perfeito na composição, compreendendo o que eu queria falar sobre amor, encontros e desencontros dentro do carnaval, que essa canção foi uma síntese do CD”, explica Beatriz. Na época do lançamento, em 2016, Paulinho participava apenas de algumas músicas durante os shows. Mas a sintonia entre pai e filha fez nascer a ideia do espetáculo que vem pela primeira vez a BH.

“Não é um baile de carnaval, mas tem elementos carnavalescos na banda e nos arranjos, além de algumas marchinhas no bis. Foi uma costura que amarramos juntos. Então, combina com os dois”, observa Beatriz Rabello.

O carnaval está no DNA da família. “Patrimônio” da Portela e recentemente homenageado pela tradicional Banda de Ipanema, no Rio de Janeiro, Paulinho da Viola diz que a folia é “a necessidade dos brasileiros de extravasar uma série de coisas”.

“Com as fantasias ou com as marchinhas, o carnaval sempre carregou uma visão crítica daquilo que está acontecendo. Não que seja a solução, mas é uma maneira lúdica de tocar em questões importantes. Hoje em dia, por exemplo, vemos nos blocos a luta feminina e contra o racismo”, observa o compositor, comentando que a folia deste ano se dará em meio a vários acontecimentos negativos, como as tragédias em Brumadinho e no CT do Flamengo, no Rio de Janeiro.

SELETIVA Endossando o argumento de Paulinho da Viola, o Concurso de Marchinhas Mestre Jonas promove, também nesta sexta-feira (22), o Baile da Seletiva, na Quadra da Escola de Samba Cidade Jardim.

O público vai conhecer as 15 canções pré-selecionadas para a finalíssima, no dia 28. Entre os temas, há sátiras ao presidente Jair Bolsonaro – Omito, de Thiago Miranda, e Ao vencedor, as laranjas, de Luiz Henrique Garcia e Pablo Castro –, entre outros acontecimentos da política.

O concurso ganhou nova categoria: hit do carnaval. “Havia essa demanda, pois muitas músicas eram inscritas como marchinhas, sem serem. A proposta é contemplar canções que falem sobre a linguagem carnavalesca de BH e tenham potencial para tocar não só nos blocos, mas nas rádios, e para virarem hit. Os estilos são variados, tem frevo, samba e mistura com rock”, explica Kuru Lima, coordenador do concurso.

Damares na ‘mira’ da Banda Mole


No sábado (23), a tradicional Banda Mole volta à Avenida Afonso Pena. O tema deste ano é “Meninos vestem rosa, meninas vestem azul e o diabo veste laranja”. A bem-humorada provocação se refere à declaração de Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, sobre as cores que cada gênero deve usar.

“A Banda Mole sempre teve papel de posicionamento político e crítica. Independentemente de quem está no poder, fazemos piadas com o governo e críticas”, afirma Daniel Passos, um dos produtores do evento.

Com dois trios elétricos, palco em frente ao Parque Municipal e a expectativa de atrair 55 mil pessoas, a Banda Mole dividirá a avenida com outros blocos. No circuito montado entre as ruas da Bahia e Guajajaras, vão se revezar Sexta Ninguém Sabe, Baianas Ozadas, Quando Come Se Lambuza, Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro e Pacato Cidadão, além de DJs.


Causas importantes darão ritmo ao bloco Quem Ama Não Mata, que sai no sábado (24), às 11h, na Rua Fernandes Tourinho, na Savassi. A proposta é divulgar a marchinha cujo refrão diz “Violência não/ Assédio também não/ Paz, alegria e amor no coração” e conscientizar a população sobre os direitos da mulher.

FANTASIA
Também no sábado, a cantora Aline Calixto promove seu baile de pré-carnaval, com direito a concurso de fantasias, no Contemporâneo Gastrô Show. A festa terá o Bloco Luz de Tieta e participação especial de Marcelo Veronez e Janaina Pereira

Um dos pioneiros da revitalização da folia de rua de BH, o Bloco do Approach, criado pela banda de surf music e rock alternativo Proa, vai se apresentar no domingo (24), comemorando os 10 anos de seu primeiro carnaval. A apresentação será em frente ao Bar Brasil 41.

A mistura de rock com carnaval é a tônica do ensaio do Bloco da Alcova Libertina, marcado para domingo (24), n’O Mercado, no Centro de BH.

AGENDA

Pedro Rabello/divulgação
Pioneiro da revitalização da folia, Bloco do Approach volta ao Brasil 41 (foto: Pedro Rabello/divulgação )

BLOCO DO AMOR

Com Paulinho da Viola e Beatriz Rabello. Sexta (22), às 21h. Sesc Palladium. Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Inteira: R$ 150 (plateia 1), R$ 130 (plateia 2) e
R$ 100 (plateia 3). Meia-entrada na forma da lei. Informações: www.ingressorapido.com.br

CONCURSO MESTRE JONAS

Baile da Seletiva. Sexta (22), às 20h. Quadra da Escola de Samba Cidade Jardim. Rua do Mercado, 50, Conjunto Santa Maria. Ingressos: R$ 15, à venda no site Sympla. Informações:
(31) 99683-9100

BANDA MOLE
Com Baianas Ozadas, Quando Come Se Lambuza, Sexta Ninguém Sabe, Me Beija que Eu Sou Pagodeiro, Bloco Arriba, É o Amô, Pacato Cidadão e DJs. Sábado (23), das 13h às 23h. Avenida Afonso Pena, entre as ruas da Bahia e Guajajaras, Centro. Entrada franca

BLOCO QUEM AMA NÃO MATA
Sábado (23), às 11h. Esquina das ruas Fernandes Tourinho e Pernambuco, Savassi. Entrada franca

BLOCO DA CALIXTO
Com Luz de Tieta, Marcelo Veronez e Janaína Pereira. Sábado (23), às 14h. Contemporâneo Gastrô Show. Rua Rio Grande do Norte, 138, Santa Efigênia. Ingressos:
R$ 20, à venda no site Sympla. Informações: (31) 3327-8937


BLOCO DO APPROACH
Domingo (24), às 16h.
Em frente ao Brasil 41. Avenida Brasil, 41, Santa Efigênia.
Entrada franca

BLOCO ALCOVA LIBERTINA
Ensaio. Domingo (24), às 14h.
O Mercado. Avenida Olegário Maciel, 742, Centro. Entrada franca, com retirada de ingressos no site Sympla. Classificação: 18 anos. Informações: (31) 3271-9181

BLOCO FUNK YOU

Ensaio. Domingo (24), às 12h. Faculdade Pitágoras. Rua Santa Madalena Sofia, 30, Cidade Jardim. Ingressos: R$ 5 (1º lote)
R$ 10 (2º lote). Informações: www.facebook.com/blocofunkyou

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CARNAVAL