UAI

Criticado, Pacheco quer conversar com Anitta após críticas sobre Congresso

Cantora publicou vídeo no Instagram, marcou o perfil do presidente do Senado e disse não ter conseguido marcar o de Arthur Lira, que a bloqueou na plataforma

Criticado, Pacheco quer conversar com Anitta após críticas sobre 'boiada' passando no Senado Divulgação/Reprodução/X/Twitter/Montagem
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 14/05/2024 18:23
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Nesta terça-feira (14/05), o presidente do Congresso e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), se colocou à disposição para conversar com a cantora Anitta após a mesma chamar de passar a "boiada" em decisões em políticas públicas desfavoráveis a proteção do meio ambiente.

Leia Mais

"Para não parecer que somos irresponsáveis ambientais", afirmou o senador em entrevista ao blog da Andreia Sadi, do G1. No entanto, não há, porém, uma previsão concreta para um eventual encontro.

 

funkeira, que possui mais de 65 milhões de seguidores no Instagram, utilizou sua plataforma para criticar a atuação do Congresso Nacional em relação às políticas públicas ambientais. A artista relacionou a falta de ação do Legislativo com as recentes mudanças climáticas e as devastadoras enchentes no Rio Grande do Sul nos últimos dias.

 

Em um vídeo compartilhado na rede social na última sexta-feira (10/05), com informações em inglês e legendas em português, Anitta destacou a urgência de ações mais contundentes para combater a crise climática. "Enquanto o Rio Grande do Sul está embaixo d'água, tem deputado e senador querendo se aproveitar e passar a boiada", disparou.

 

As críticas da poderosa geraram diversas reações no cenário político. Enquanto Pacheco se mostrou disposto a dialogar, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reagiu de forma diferente e bloqueou a popstar, uma atitude que já havia adotado devido a cobranças anteriores sobre temas ambientais.

 

Vale destacar, que a expressão "passar a boiada" ficou conhecida por ser usada pelo então ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, em 2020, do governo de Jair Messias Bolsonaro (PL). Em reunião ministerial de abril daquele ano, Salles disse que o Governo Federal deveria aproveitar que "a imprensa está focada na cobertura da pandemia de coronavírus" para "ir passando a boiada e simplificando normas".

 

Confira, abaixo, a publicação de Anitta:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp