UAI

Ximbinha acusa pastora de ter sido pivô de sua separação com Joelma

O músico e a cantora se separaram em 2015 após 18 anos casados

Ximbinha acusa líder religiosa de ter sido pivô de sua separação com Joelma Divulgação
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 27/02/2024 13:18
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Depois de 18 anos de casamento, Ximbinha e Joelma estão separados desde 2015 - mesmo ano em que chegou ao fim a Banda Calypso, que era formada pelo então casal.

Leia Mais

Em entrevista ao podcast SaladaCast, o músico falou sobre o fim do matrimônio e afirmou que a pastora da ex-mulher foi uma das responsáveis pelo ponto final da união dos dois.

 

O artista lembrou que, no dia anterior ao fim do casamento, ele e a cantora foram fazer um show acompanhados da líder religiosa, mas uma confusão começou por conta da música que estava tocando no local.

 

"Aconteceu um show no Rio de Janeiro. Quando chegamos lá, estava tocando um funk proibidão. Ela estava com essa pastora dela. E ela falou: 'Você me traz para tocar nessa casa aqui?'. E começaram a gritar comigo", declarou.

 

"Eu disse que não tinha culpa. E ela disse: 'Não quero mais ficar casada contigo. Vou acabar com essa banda, vou acabar com tudo. Você está acabando com a minha carreira'", acrescentou ele.

"Essa irmã disse que eu era o demônio, que eu tinha que sair para ela seguir a carreira dela, que eu não estava conduzindo muito bem".

Ximbinha

 

Apesar do desabafo, Ximbinha não quis entrar no assunto para não ofender religiosos com sua opinião sobre a pastora. "É muita história e envolve religião. Não gosto muito de falar em religião, porque tem muita gente séria na religião, mas também tem muita gente que entra para tirar proveito", afirmou.

 

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra:

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp