UAI

Jornal Nacional expõe filho de Bolsonaro no Catar, e web vê provocação

Eduardo Bolsonaro foi flagrado em imagem mostrada no intervalo do jogo do Brasil contra a Suíça pelas câmeras oficiais da Fifa

Eric Faria Reprodução/TV Globo/Montagem
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 28/11/2022 22:30
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

O Jornal Nacional, da TV Globo, fez um parênteses durante a reportagem sobre a vitória do Brasil sobre a Suíça na noite desta segunda-feira (28/11) para expor o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL).

Leia Mais

deputado estava no estádio 974, em Doha, para acompanhar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar. Eduardo foi filmado pelas câmeras da transmissão oficial da Fifa no momento em que posava para fotos no intervalo da partida, ele estava acompanhado com outras pessoas e a mulher, Heloísa Bolsonaro.

 

As imagens foram vistas como uma provocação da Globo a Jair Bolsonaro. O repórter Eric Faria incluiu o parlamentar ao lado de outras personalidade notáveis que acompanharam a segunda rodada da Copa, entre eles os pentacampeões Cafu, Ronaldo, Kaká e Roberto Carlos.

 

"O Estádio 974 recebeu 43.649 torcedores. A grande maioria de brasileiros, que lotam as arquibancadas e os camarotes. Entre eles, o filho do presidente e deputado federal Eduardo Bolsonaro", disse o jornalista em matéria que a Seleção venceu por 1 a 0.

 

A presença do político ganhou repercussão nas redes, já que em todo o país, apoiadores de Bolsonaro seguem concentrados nas proximidades de instalações das Forças Armadas em atos contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição presidencial. Os manifestantes estão pedindo o que seria uma intervenção militar, que fere a Constituição Brasileira por se tratar de um ato golpista. O movimento espalhado pelo Brasil ganhou caráter de vigília na frente de quartéis e tiros de guerra, com a aglomeração de centenas de apoiadores.

 

Confira, abaixo, o vídeo:

Veja, abaixo, a repercussão do Jornal Nacional nas redes sociais:

 

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp