Veja quais são as indicações e benefícios do pilates

Exercícios têm como princípio a respiração e o acionamento do centro da força do corpo (no abdômen), que podem auxiliar ainda no combate à ansiedade e ao estresse

por Estado de Minas 01/11/2016 14:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Euler Junior/EM/D.A PRESS - 28/1/05
(foto: Euler Junior/EM/D.A PRESS - 28/1/05)
A prática do pilates é indicada para quem busca, além de uma vida saudável e rotina com mais energia, combater dores, prevenir doenças e ter mais concentração e bom alongamento. Os exercícios têm como princípio a respiração e o acionamento do centro da força do corpo (no abdômen), que podem auxiliar ainda no combate à ansiedade e ao estresse. Patrícia Bueno, fundadora e criadora do Studio de Pilates Patrícia Bueno, elencou nove benefícios que podem ser conquistados ao praticar o pilates:

» Diminuição do estresse e da ansiedade: o princípio da respiração é a base dos exercícios do pilates e, por meio dele, adquire-se um novo ritmo respiratório e, consequentemente, a elevação dos níveis de concentração. No decorrer das aulas, o aluno adquire maior controle sobre seu corpo e suas ações, benefícios que ajudam
no dia a dia a dosar o estresse
e a ansiedade.

» Combate de dores: por meio da prática dos exercícios é possível promover um realinhamento da coluna e fortalecimento do abdômen, dois pontos positivos que contribuem para a solução de diversas patologias, além de trabalhar os músculos
como um todo e prevenir lesões de forma geral.

» Melhora da respiração: com a prática do pilates e o princípio da respiração, o indivíduo aprende a respirar de forma correta, sem gerar o bloqueio do músculo diafragma, trazendo bem-estar para seu dia a dia.

» Flexibilidade: ao alongar o corpo, é possível trabalhar a extensão dos músculos e articulações, o que traz benefícios para a execução de atividades simples, como abaixar para pegar um objeto do chão ou amarrar os sapatos.

» Melhora na postura: os exercícios com a coluna alinhada e alongada durante toda a prática dos exercícios ajuda a adquirir maior força dos músculos que sustentam a lombar e, consequentemente, melhora a postura como um todo.

» Tonifica os músculos: o fortalecimento muscular de forma global ativa simultaneamente diversos grupos musculares de forma integrada.

» Coordenação motora: é possível adquirir, por meio dos exercícios, mais equilíbrio e melhora da percepção dos objetos.

» Desempenho na corrida: para realizar a prática da corrida, o corpo precisa de um preparo a fim de evitar lesões. Com o auxílio do pilates, a respiração, a concentração, o fortalecimento global e principalmente os músculos estabilizadores, é possível fazer com que o corpo alcance melhores resultados.

» Previne fraturas osteoporóticas: o método auxilia no aumento da força muscular, que comprime e fortalece a estrutura óssea, prevenindo contra lesões e fraturas causadas por uma possível osteoporose, além de melhorar a coordenação motora.

PRIMAVERA AGRAVA O CERATOCONE
Nem tudo são flores com a chegada da primavera. Algumas doenças oculares preexistentes pioram durante a estação. Segundo o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, a principal delas a dar problema é o ceratocone, maior causa de baixa visão na adolescência e que atinge 100 mil brasileiros por ano. O ceratocone responde por 70% dos transplantes de córnea no país. Isso porque uma pesquisa on-line realizada pelo especialista com 315 portadores da doença mostra que 50% apresentaram alergias respiratórias que aumentam na primavera por conta da maior concentração de pólen, poluição e bruscas variações térmicas. Essas condições ambientais também favorecem a piora do ceratocone. Isso porque, esclarece o médico, os olhos coçam e a fricção frequente provoca o enfraquecimento das fibras de colágeno da córnea, que caracteriza a doença. A dica do médico para o alívio imediato de uma crise alérgica é aplicar compressas de água gelada sobre os olhos. Caso a coceira não desapareça, Queiroz Neto orienta a pessoa a consultar um oftalmologista.

BARULHO, O INIMIGO INVISÍVEL
Para muitos jovens, o som alto da música nos fones de ouvidos também dá mais disposição para ‘malhar’ nas academias. E mesmo ao andar nas ruas ou no transporte coletivo, eles acham que a música alta ajuda a abafar o barulho do trânsito, além de trazer bem-estar. Mas essa geração mais ligada e dependente da tecnologia poderá precisar de mais aparelhos de audição no futuro. Isso porque ao se expor a uma intensidade sonora acima de 80 decibéis ao longo do dia, todos os dias, podem sofrer danos irreversíveis na audição com o passar do tempo. Infelizmente, é comum que a procura pelo otorrinolaringologista ocorra quando o caso já está grave. “Recomendo aos jovens que usam fones de ouvido com muita frequência a fazerem um exame chamado audiometria. É o exame que detecta se o paciente já tem lesões auditivas e como deve proceder, a partir daí, para evitar o agravamento da deficiência”, diz a fonoaudióloga Isabela Carvalho, da Telex Soluções Auditivas.

Droga injetável para diabetes 2
Acaba de chegar ao Brasil o medicamento injetável dulaglutida. De uso semanal, ele é indicado para tratar o diabetes tipo 2. Nos estudos clínicos, a dulaglutida demonstrou redução significativa da hemoglobina glicada (HbA1c) – exame que mede o nível médio de glicose no sangue durante dois ou três meses. A nova terapia foi desenvolvida pela Lilly para simplificar o tratamento da doença crônica que acomete cerca de 415 milhões de pessoas em todo o mundo, de acordo com dados da International Diabetes Federation (IDF). Somente no Brasil são 14,3 milhões de diabéticos – a maioria com o tipo 2 –, número que coloca o país na quarta posição da lista das nações com maior prevalência da doença, atrás de China, Índia e Estados Unidos. A projeção é de que, em 2040, haja 23,3 milhões de brasileiros vivendo com diabetes no país.

PALESTRA
O Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia promoverá, no dia 29, a palestra gratuita “Maturidade desde a juventude”, das 16h às 18h. A equipe pretende discutir aspectos de importância a respeito da programação existencial, ou seja, o pensar as prioridades, metas e objetivos para a vida com lucidez e maturidade desde cedo. A palestra ocorrerá na Rua Padre Marinho, 455/7º andar, Bairro Santa Efigênia, em BH.
Informações: (31) 3222-0056 ou pelo e-mail rangel.iipc@gmail.com.

EDUCAÇÃO DOS FILHOS: AUTOESTIMA E LIMITES
A filósofa e psicóloga Tânia Zagury estará presente em uma roda de conversa no dia 27, às 19h30, para discutir o que os pais devem observar no processo educacional dos filhos, na rotina do dia a dia, qual a importância em se preocupar com a autoestima e limites durante esse caminho e como adolescentes e seus pais podem ter conversas mais significativas. O evento será no Colégio Loyola (Avenida do Contorno, 7.919, Cidade Jardim, em BH). As inscrições são limitadas e devem ser feitas pelo e-mail aplpalestra@gmail.com ou pelo telefone (31) 3337-7700.

Oleoo/Reprodução da internet
(foto: Oleoo/Reprodução da internet)

LENTES DE CONTATO... NOS DENTES!
O sorriso perfeito do artista que você admira pode ter sido projetado graças à forcinha das lentes de contato odontológicas, laminados de porcelana moldadas por um processo de cimentação e coladas sobre os dentes da pessoa, uma a uma, sem causar efeito artificial. “O procedimento é rápido e simples, dura aproximadamente duas horas, sendo planejado de acordo com o formato do rosto, dos dentes e o desejo do paciente”, explica o cirurgião-dentista Fernando Buranello. O paciente pode ver o resultado das lentes de contato antes da aplicação final. “É possível fazer um teste das lentes, forma de transferir o futuro formato dos dentes para a boca dos pacientes de forma temporária, evitando assim despesas e possibilitando a garantia de o procedimento ser como o esperado”, diz. O procedimento para colocar a lente de contato leva cerca de três consultas, uma para análise e duas para fazer e aplicar das lentes, que têm espessura entre 0,2mm e 0,4mm.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA