Ebola matou 74 pessoas na Guiné desde o início do ano

Não existe vacina nem tratamento específico para a doença que mata grande parte da pessoas atingidas

por AFP - Agence France-Presse 29/04/2014 14:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A Guiné registrou desde janeiro 74 mortes de um total de 121 casos confirmados de febre hemorrágica Ebola, anunciou o ministério da Saúde em um comunicado publicado nesta terça-feira.

"Até a data de 27 de abril de 2014, a Guiné registrou 121 casos confirmados de febre hemorrágica Ebola, incluindo 74 mortes", indica o ministério.

Segundo a mesma fonte, desde domingo, "nenhum novo caso de febre hemorrágica Ebola foi registrado no país".

Até esta data, dez pessoas continuavam hospitalizadas: quatro em Conakry e seis em Guéckédu (sul), enquanto que 26 doentes conseguiram se curar nos centros de tratamento instalados em Conakry, Guéckédu e Macenta (sul).

Não existe vacina nem tratamento específico para o Ebola, uma doença que mata grande parte da pessoas atingidas.

O vírus Ebola, altamente contagioso, se propagou para a vizinha Libéria, onde foram confirmados cinco casos (de 25 casos suspeitos de febre hemorrágica e 12 mortes, de acordo com os últimos dados do governo da Libéria).

Outros casos suspeitos de febre hemorrágica foram relatados em Serra Leoa e Mali, mas os testes para Ebola deram negativo.

VÍDEOS RECOMENDADOS