Cervejaria Food Lovers aposta no bom atendimento e na diversificação de produtos

Casa funciona no antigo prédio da Mamãe Bebidas

por Eduardo Tristão Girão 27/02/2015 10:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fotos: Paula Huven/EM/D.A Press
O espetinho de carne de porco combarbecue de goibada ganhou fama entre a clientela (foto: Fotos: Paula Huven/EM/D.A Press)
A localização não é das melhores: o ponto mais isolado da Rua Patagônia, no Sion. Mas Fernando Pires acredita ter feito bom negócio ao ocupar o imóvel onde até então funcionava a distribuidora Mamãe Bebidas para instalar a Food Lovers, loja de cervejas que também é bar e vende itens como molhos, massas e petiscos congelados. A ideia dele é atender principalmente os moradores da região, ocupando não apenas a lacuna deixada pelo Mamãe, mas também a da casa de carnes que foi fechada ao lado. Afinal, é possível levar para casa, ainda, carnes assadas e guarnições.


Aberta mês passado, a casa tem equipamentos de cozinha, mesas e balcões móveis, permitindo variadas configurações. Apenas freezers e estantes são fixos – até a TV de cachorro (para frangos) e a assadora tipo roda gigante (para as demais carnes) podem ser levadas de um canto a outro. Há só duas mesas (coletivas) e o espaço pode ser reservado para eventos, de segunda a quinta, incluindo cozinha e funcionários. Ocasionalmente, são promovidos ali cursos e degustações.

A inspiração veio do período em que Pires, que é publicitário, passou em Portugal para estudar. “Morei dois anos em Lisboa e não imaginei que fosse dar certo aqui essa história de compartilhar mesa. A interação tem sido bem agradável”, relata ele. Um dos motivos para isso, provavelmente, é o fato de o proprietário cuidar pessoalmente da seleção de fornecedores que colocam nas prateleiras da casa seus produtos para venda: como não são tantas pessoas assim, é possível estabelecer com todas elas relação mais próxima.

“A ideia aqui é de comunidade e parceria. Estamos sempre trazendo gente para conversar e vender coisa boa. Por isso aqui vive cheio de gente batendo papo”, explica. Frequentam a casa, por exemplo, o chef Kiki Ferrari (que produz molhos incomuns como o barbecue de pimenta biquinho com cachaça), produtores de massa (Via Nostra e Madri), alfajor (o argentino Raul Muraca) e itens veganos e vegetarianos (Pranic). Paralelamente, a casa faz parcerias com produtores caseiros para padronizar e legalizar suas produções.

Frango assado Fabricantes locais de cerveja, é claro, também marcam presença e são responsáveis pela maioria dos 180 rótulos. A intenção é chegar a 300 e, por enquanto, o freguês encontra cervejas como a Do Monge, Lisboa (ambas de Contagem), Brücke (Nova Lima) e Furst (Formiga), além de garrafas das maiores produtoras locais (Áustria, Bäcker e Wäls). Há várias de outros estados, a exemplo das paranaenses The Beers, Coruja e Dum, da catarinense Barco e das paulistas Peripécia e Schornstein. A maioria custa entre R$ 15 e R$ 20, sendo que a mais barata sai por R$ 4.

O cardápio é enxuto e conta com algumas receitas criadas pelo chef Henrique Gilberto (ex-Belo Comidaria), como as porções de chips de batata, jiló e batata doce (R$ 12) e de mini hambúrgueres de carne bovina angus (R$ 24, três unidades), ambas servidas com um molho à escolha. Gilberto também desenvolveu os temperos para as carnes assadas – incluindo frango (R$ 28) e costelinha (R$ 49,90), para levar para casa – e seus acompanhamentos, o que inclui pedidas como cuscuz com legumes, salada de batata com maçã verde, arroz de forno e arroz tailandês. Há, ainda, pratos para comer no local nos fins de semana.

Food Lovers

Rua Patagônia, 642, Sion. (31) 3142-3663. Aberto de terça a sábado, das 11h às 20h; domingo, das 10h às 16h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA