Sobremesa dourada reproduz o luxo que é mania entre milionários de todo o mundo

Receita barata e descomplicada oferece oportunidade de comer como os mais excêntricos têm feito

por Dilu Bartolomeo Vilela 23/06/2013 14:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Priscila Bartolomeu/Divulgação
(foto: Priscila Bartolomeu/Divulgação )
Este é, para mim, um mês especial. Além do Dia dos Namorados, dia simbólico de renovar o amor, é o mês também do meu aniversário. Estava quarta-feira preparando um mimo para comemorar essas datas, quando recebo um telefonema da editora desse caderno, Anna Marina, me convidando para escrever esta coluna por quatro semanas. Depois de ter aceito – com uma pitada de medo dentro do coração – voltei ao meu mimo e, ao olhá-lo, percebi que ele estava diferente. Ele já não era mais apenas meu bolinho. Depois de eu me tornar escritora de um grande jornal “por um dia”, meu lindo mimo cresceu e, de repente, adquiriu a dimensão da minha alegria... Olhei com mais cuidado e vi nele a celebração não apenas do amor e da idade, mas também da vida.


Imagino que esse convite tenha vindo por causa do meu blog dilucious.com.br. Comprovei o quanto vale a pena toda a atenção que tenho dedicado a ele, que me tem feito ver com outros olhos tudo ao meu redor, que tem me dado retornos que me deixam completamente em estado de graça e com isso tenho tirado muito mais proveito da vida. Agradeci o quanto Deus é absolutamente generoso comigo.


Foram esses os pensamentos que tive ao olhar aquele lindo bolinho e querer transferir para ele toda a luz que iluminava minha alma naquele momento. A única maneira que encontrei foi colocando brilho artificial para simular meu brilho interno.
Ufa! Será que a Anna Marina vai gostar dessa linguagem de blogueira? Acho melhor falar do que me traz aqui. Bom... Sejam bem-vindos a um mundo de ousadia na gastronomia com um toque extra de magia, o ouro! Esse precioso metal é tendência no mercado de luxo para o mundo gourmet. Além de chique, dizem que é uma fonte de energia e previne o envelhecimento.

 

Não é uma moda recente, no antigo Egito já era empregado na culinária, pois acreditava-se nos saudáveis benefícios proporcionados por ele. Será? Para tentar (sem conseguir) responder a essa dúvida, é importante mencionar que ouro não confere sabor, e mais, não é absorvido pelo organismo. Então... não entendo como pode fazer bem para a saúde. Mas entendo que confira muito glamour a um prato, pois chefs, confeiteiros e amadores como eu deliciamo-nos com sua esplêndida beleza.


O ouro 23 ou 24 quilates vem sendo consumido em coquetéis, pratos salgados, sobremesas, bebidas à base de licor, espumante, saquê e vodca, tudo de uma maneira muito festiva. Para surpreender e inspirar apreciadores, essa iguaria é comercializada em pó, folhas finíssimas, spray, flocos e escamas. Existem os preparos mais famosos pelo mundo afora, como o frozen de US$25 mil, o sundae de US$ 1 mil, a pizza de US$ 3 mil, a marmelada de US$ 8 mil, passando por pimenta, sushi, bagel até o caviar de US$ 49 mil que vem misturado com a preciosidade.


Comprei o verdadeiro ouro em Paris. Além de caro, é dificílimo de usar, pois é preciso pinças especiais. Mas tenho uma notícia boa e estou ansiosa para ver os leitores deste jornal criando inesquecíveis pratos de satisfazer o paladar e contentar a visão. No Brasil, existe um pó comestível baratíssimo, que produz o mesmo efeito, e o melhor... digo que é facílimo comprar e mais fácil ainda de usar.


Quer servir uma sobremesa memorável sem gastar um mundo de dólares? Quer ter uma oportunidade de surpreender e ter amigos eternamente gratos? Quer arrasar como “chef”? Confira uma receita imutavelmente linda... Garanto! Você terá nela sua oportunidade de ouro!

 

 MINI TORTINHA DE CHOCOLATE COM GANACHE DE GENGIBRE

Calda

250ml de suco de laranja, 30g de açúcar,
30ml de Cointreau ou um licor de sua
preferência Misture o suco com o açúcar
e leve ao fogo. Deixe reduzir
para mais ou menos a metade. Misture o
Cointreau, desligue o fogo e reserve.

Ganache de gengibre

100ml de creme de leite fresco, 300g de chocolate meio amargo, gengibre finamente ralado a gosto (é opcional – eu amo chocolate com gengibre)
Esquente o creme de leite e coloque o chocolate. Misture bem até derreter o chocolate por completo. Adicione o gengibre. Reserve.

Bolo de chocolate

1 fava de baunilha, 220g de manteiga,
300g de chocolate meio amargo
20g de café em pó, 20ml de mel, 6 gemas, 300g de açúcar,6 claras, pó dourado para decoração (comestível)

MODO DE FAZER

Abra a baunilha e retire as sementinhas. Misture-as com o chocolate, manteiga, café em pó e mel. Coloque para derreter em banho-maria. Deixe esfriar. Bata as gemas com o açúcar até esbranquiçar. Bata as claras em neve. Misture as claras com as gemas. Misture o chocolate derretido com as gemas e claras. Coloque a massa em pequenos refratários ou em um tabuleiro untado e enfarinhado.


Asse a 150 graus por 30 minutos. Desligue o forno e deixe a torta lá dentro para dar uma ressecada. Se tiver colocado a massa no tabuleiro, corte rodelas do bolo e coloque-as dentro de vasilhas que serão levadas à mesa. Coloque um pouquinho da calda por cima de cada bolinho. Passe o ganache e pulverize pó dourado. Na hora de servir, coloque velinhas e celebre a alegria de viver!

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA