Direção do Casa 2 adota a estratégia de baixar os preços de seu cardápio

por Eduardo Tristão Girão 11/05/2012 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
fotos: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
Chef Frederico Rodrigues comanda a cozinha do Casa 2, no Bairro de Lourdes (foto: fotos: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
 
A exemplo do recém-inaugurado L’Aperitivo, outra nova casa de Lourdes aberta este mês levou em conta o cenário de reclamação sobre os altos preços praticados pelos restaurantes do bairro. O Casa 2 tem cardápio assinado pelo chef Frederico Rodrigues e quase todos os pratos até a casa dos R$ 30, além de petiscos mais elaborados por R$ 20 em média. Ocupa metade do salão da hamburgueria B Burger Bistrô (novo nome do B Bistrô) e tem os mesmos proprietários, o casal Filipe Geraldes e Marcela Malzone. Leia mais sobre gastronomia no Blog do Girão
Não é um novo ambiente no espaço já existente, adianta-se em explicar Felipe. São mesmo duas casas diferentes. “Quisemos deixar a hamburgueria mais jovem e à vontade e o Casa 2 mais como restaurante, mas sem frescura e com bom preço”, diz ele. Do lado direito, o B Burger Bistrô continua com mesma decoração e algumas novidades no cardápio; à esquerda, separado por parede de elementos vazados e plantas, está o novo espaço, que tem decoração própria, incluindo quadros da galeria Urban Arts (SP).
Na prática, quem está numa casa tem acesso livre ao cardápio da outra – e os fregueses de um salão conseguem ver os do outro. Inclusive a mesma cozinha de antes atende aos dois restaurantes, ambos comandados pelo chef Frederico, que tem experiência em várias cozinhas da capital mineira e algumas da Espanha (entre elas a do Sant Pau, de Carme Ruscalleda). Por fim, na parte de cima do imóvel foi instalado o ateliê B de Brigadeiro, que tem como uma das sócias Marcela e, por enquanto, só atende a encomendas.
“O que mais nos preocupou foi a questão do preço. Todo nosso planejamento foi feito em cima disso. Não adianta nada abrir um restaurante caro, vender muito por uns dois meses e depois fechar. As pessoas têm reclamado e os preços realmente andam altos por aí. Primeiro pelo preço dos ingredientes, depois pela margem de lucro. Prefiro que as mesas rodem mais, sem ficar restrito a uma única fatia de público”, avalia Filipe.
Na tinta Na seção de entradas há 14 opções, sendo que algumas funcionam melhor como petisco para compartilhar. É o caso, por exemplo, das porções de fish and chips (peixe empanado em massa crocante com batatas fritas; R$ 25), costelinha cozida em baixa temperatura e glaçada em melado de cana e cachaça (R$ 18) e arancini (bolinhos de risoto fritos, recheados com queijo; R$ 16). Na outra vertente há carpaccio (R$ 19), burrata (espécie de muçarela cremosa; R$ 25) e sashimi de salmão com vinagrete de maçã verde (R$ 18), entre outros.
 
Divulgação
Espaguete de palmito pupunha com tinta de lula e peixe grelhado (foto: Divulgação)
 
Entre os pratos principais (todos individuais), destaque para o risoto de abobrinha com ovo caipira mole e empanado (R$ 25), o nhoque da casa ao creme de parmesão trufado (R$ 28) e o espaguete de palmito pupunha com tinta de lula e peixe do dia grelhado (R$ 32). Uma das apostas da casa é a paella de frutos do mar, que pode ser servida com a crosta de arroz que se forma no fundo da panela (chamada de socarrat) e atende duas pessoas por R$ 98. As carnes são as mesmas da Parrilla Urbana. Há duas saladas (R$ 16, cada).
Para fechar, o cardápio lista pedidas como petit gâteau de brigadeiro (feito logo acima, no B de Brigadeiro; R$ 16), creme catalão (R$ 14) e espuma de chocolate com crocante de castanha de caju (R$ 14). A casa tem chope a R$ 3,90 (Kaiser) e cervejas nacionais e importadas entre R$ 5,50 e R$ 14. A carta de vinho conta com 90 rótulos (entre R$ 52 e R$ 149, garrafa; a maioria vai até a casa dos R$ 70). Também são vendidos brancos e tintos italianos de importação própria da casa, a preço de prateleira.
 
 
Casa 2
Rua Antônio de Albuquerque, 1.354, Lourdes. (31) 2531-1142. Aberta de terça a sexta-feira, das 18h à 1h; sábado, das 12h às 2h; domingo, das 12h à 0h. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA