Com apoio de igreja, filme de 'Os Dez Mandamentos' já vendeu 2 milhões de ingressos

Pastores incentivam fiéis a comprar entradas para o longa adaptado de novela, que estreará em mais de mil salas no próximo dia 28

por Agência Estado 20/01/2016 13:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

 

Os números, mesmo uma semana antes da estreia, não enganam. A novela-transformada-em-filme Os Dez Mandamentos chegará aos cinemas brasileiros no dia 28 de janeiro, prestes a estabelecer um novo recorde de bilheteria de filmes nacionais.

O detentor do título de campeão dos pesos pesados em número de salas até aqui é Até que a morte nos separe 3, comédia com Leandro Hassum que chegou ao número de 812 salas em todo o circuito nacional (composto por 2,8 mil telas no total) e levou 2,3 milhões de espectadores aos cinemas.

 

Os Dez Mandamentos, distribuído pela Paris Filmes, chegará a mais de 1 mil salas (o número exato será revelado na sexta-feira, 22), e já vendeu 2 milhões de bilhetes antecipados (até a tarde de ontem), mesmo com o filme ainda inacabado. Com mais 300 mil ingressos, o longa bíblico ultrapassa as piadas de Hassum.

Record/Divulgação
Nos bastidores da Igreja Universal, a ideia é transformar 'Os Dez Mandamentos' no filme nacional mais assistido da história, superando o recorde de 'Tropa de elite 2' (foto: Record/Divulgação)
Os números não surpreendem. Afinal, quando Os Dez Mandamentos foi exibido como novela na Rede Record, a emissora chegou a bater a Globo em alguns capítulos. Na rede de salas de cinema Cinemark, a busca pelos bilhetes está “acima do esperado”, segundo a empresa.

A temática bíblica e a ação da Igreja Universal do Reino de Deus - cujos bispos atuam na Record, responsável pela novela transformada para a telona - são pontos a favor de Os Dez Mandamentos que as outras produções nacionais não tinham.

 

Na rede de cinemas UCI, por exemplo, há sessões sendo fechadas para exclusividade do fiéis, contou Monica Portela, diretora de marketing da rede. “Um representante de um grupo de fiéis compra para todos para uma sessão exclusiva”, conta.

Uma frequentadora da Universal que pediu para não ser identificada em contato com a reportagem confirmou o pedido de bispos e pastores durante os cultos para que os seguidores comprem ingressos para o filme. “Comprei porque o pastor pediu”, ela conta. “Se ficou bom na tela pequena, vai ser melhor ainda na telona.” Nos bastidores da Universal, como apurou a reportagem, a ideia é transformar Os Dez Mandamentos no filme mais assistido no País, ultrapassando Tropa de elite 2, com seus 10.736.995 de espectadores.

Em nota, a Universal diz apenas apoiar ações e projetos que facilitem o acesso do público ao filme porque o considera “uma obra cinematográfica de extrema qualidade, que trata os valores bíblicos com respeito”. Ao ser questionada sobre qual é a forma de apoio, se há a confirmação do pedido para que fiéis comprem ingressos ou doem dinheiro para a aquisição de bilhetes, ou ainda qual é a relação da instituição com o filme produzido por uma emissora comandada por bispos e pastores da igreja, a Universal preferiu não se manifestar

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA