Após declaração antivacina, Fernanda Venturini tenta se retratar em vídeo

Ex-jogadora de vôlei foi duramente criticada na web depois de ter afirmado que tomou imunizante contra a Covid-19, apenas para poder 'viajar o mundo'

Reprodução/Montagem/Instagram
Fernanda Venturini disse que foi mal interpretada após vídeo antivacina (foto: Reprodução/Montagem/Instagram )

Após receber uma enxurrada de críticas na web, Fernanda Venturini, que foi vacinada no sábado (26/06), divulgou um vídeo neste domingo (27/06) nas redes sociais para tentar se retratar após dizer que era contra o imunizante.  

 

 

No vídeo já apagado de suas redes, a ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei revelou ser contra a medicação. “Eu sou conta a vacina, mas como eu quero viajar o mundo eu vou tomar, vou tomar a Pfizer que eu acho a menos pior”, disparou a ex-atleta. 

 

O stories publicado no Instagram viralizou na internet e Fernanda tornou-se um dos assuntos mais comentados no Twitter.

 

“Fernanda Venturini, que desserviço! Inacreditável!”, disse um internauta. "Deus não dá asa a cobra. Por isso ela não tem ouro olímpico. Bjus. Fofão", escreveu outro. "Fernanda Venturini foi uma grande jogadora de vôlei no passado e agora virar sommelier de vacina", lamentou um terceiro. “Por causa de pessoas como Fernanda Venturini que estamos nessa situação aqui no Brasil. Que vídeo tosco, burro, raso, egoísta. Inacreditável que um indivíduo com acesso à informação tenha esse tipo de pensamento.”, criticou um seguidor. “500 mil pessoas dariam qualquer coisa para ter tomado a vacina e a Fernanda Venturini quer tomar vacina ‘porque quer viajar o mundo’, que coisa né?”, disparou outro.   

 

Veja o vídeo, abaixo:

 

 

Na gravação deste domingo, a ex-jogadora de vôlei disse que tudo não passou de um "mal-entendido" e que ela foi "mal-interpretada". 
 
"Estou aqui para tirar o mal-entendido porque muito mal-interpretada ontem quando eu falei da vacina. Vocês acham que eu estou feliz com 500 mil mortes que o Brasil teve, o mundo teve milhões de mortes, vocês acham? Se eu fosse contra eu não teria me vacinado”, explicou. 
 
“Eu hoje tenho um programa de saúde no YouTube. Espero que as pessoas tenham mais educação e respeito. Me xingaram de tudo que é nome. As pessoas têm direito a entrar no seu Instagram e te xingar”, questionou. 

"Estou muito chateada com a repercussão que teve porque hoje o que eu faço é promover saúde. Se eu magoei alguém eu peço desculpas, mas não foi isso que eu quis dizer".

Fernanda Venturini

 
Confira o vídeo, abaixo: 
Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: