BBB18: Com 89% dos votos, Ana Paula é a terceira eliminada desta edição

A participante de Santa Catarina perdeu a briga com a família Lima e a mineira Paula. Eliminação dissolve o trio que ela formava com Patrícia e Diego

por Redação EM Cultura 13/02/2018 23:21

Globo/Reprodução
A estudante de jornalismo Ana Paula (foto: Globo/Reprodução)

A estudante de jornalismo de Santa Catarina Ana Paula, de 23 anos, foi a terceira eliminada do "Big Brother Brasil 18", na noite desta terça (13). Com 89,85% dos votos, ela é a terceira mulher eliminada desta edição do reality, depois da cientista política mineira Mara – que disputou o paredão com a mesma Ana Paula – e da biomédica rondoniense Jaqueline.

 

Numa conversa na manhã desta terça com o líder e seu aliado Diego, com quem ela tentou articular a ida ao paredão de seu maior rival no jogo, o sexólogo Mahmoud, Ana Paula declarou: "Eu tenho medo de ser rejeitada, sair com 80% de rejeição, isso também queima muito. Vou fazer o quê com isso?".  O escritor paraense respondeu: "Você não vai sair. Você só vai sair da casa na final ou quando você tiver aprendido tudo o que você tem para aprender aqui" . Mas não deu outra. A 'bruxinha', como ficou conhecida por gostar de ETs e seres esotéricos, foi a mais votada pelo público para deixar o programa.

 

Globo/Divulgação
Paula dança em festa no BBB18 (foto: Globo/Divulgação)
O terceiro paredão começou a ser formado na sexta de carnaval (8), quando o Big Fone tocou. O empresário cearense Lucas atendeu e indicou para a berlinda a família Lima (Ayrton e a filha, Ana Clara). Mahmoud, que venceu a prova do Anjo, deu imunidade para a acreana Gleici: "Um dos meus objetivos era levar o prêmio para o Norte pela primeira vez neste programa. Por isso, vou abençoar a Gleici. Ela esteve ao meu lado e compartilhou as angústias e alegria de estar de volta na semana passada", justificou o sexólogo, que nasceu em Manaus e vive em Porto Velho. No segundo paredão, Gleici e Mahmoud disputaram a permanência na casa com Jaqueline.

 

Além da acreana, estavam imunes o líder Diego e Wagner, que conquistou a imunidade durante a prova do líder, ao abandonar a disputa de resistência e escolher a garrafa de consequência que o livrava do paredão. Já Diego indicou a empresária mineira Paula, de 29 anos, para a berlinda. "O critério é estritamente estratégico", afirmou, ao anunciar sua escolha, na noite de domingo. Ana Paula levou sete votos da casa e se surpreendeu com o resultado, já que ela, Diego e Patrícia haviam articulado a indicação de Mahmoud, que teve seis votos.

 

Muito irritada, a sister xingou ao vivo o sírio Kaysar, por julgar (equivocadamente) que ele havia votado nela, obrigando o apresentador Tiago Leifert a pedir desculpas à audiência pelo linguajar da participante.


Voz

Logo no primeiro dia do BBB, Ana Paula se tornou alvo de memes, por conta de sua voz infantil e estridente. Dentro da casa, ela também foi motivo de chacota. Caruso não escondeu seu incômodo.  "A voz dela é muito fina, entra na cabeça", declarou. Gleici foi outra que comentou como achava insuportável cada vez que Ana Paula abria a boca. 

 

Globo/Reprodução
Ana Clara e Ayrton, da família Lima (foto: Globo/Reprodução)
Ainda nos primeiros dias de confinamento um conflito entre ela e Mahmoud gerou a inimizade mais forte e declarada dentro da casa. Ana Paula se referiu a Mahmoud usando o termo "viado". Ele disse a ela que não gostava de ser chamado assim, mas ela insistiu que não via problemas no uso dessa palavra, que costumava usar para fazer referência a seus amigos gays, sem que eles se incomodassem. O sexólogo enxergou na atitude da sister um traço de homofobia.  

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV