Conheça a MPB particular da cantora e compositora mineira Luiza Brina

A aposta na canção e a sonoridade minimalista marcam 'Tenho saudade mas já passou', terceiro disco solo da vocalista das bandas Graveola e Liquidificador

por Ana Clara Brant 05/08/2019 08:00
Nadja Kouchi/Divulgação
Luiza Brina vai apresentar o show de lançamento do novo disco em BH em setembro (foto: Nadja Kouchi/Divulgação)

"Como será que a música começa?” É com esse questionamento que Luiza Brina abre o seu terceiro disco autoral. Disponível nas plataformas digitais, o álbum vai ganhar versão física esta semana, com direito a songbook. Na faixa que traz a pergunta, parceria com Ceumar, a cantora, compositora e instrumentista mineira afirma: "Faz tempo que conheço esse mistério (…) Vem pelo ar, o silêncio atravessa.../ O som vai e vem, mas só vibra no profundo em mim”. A delicadeza e a poesia estão presentes no disco Tenho saudade mas já passou.

"Curiosamente, essa frase saiu de uma composição que nem entrou no álbum. Tem a ver com a forma como vejo a minha geração (a artista tem 31 anos), esse avanço tecnológico muito grande. Tudo mudou de maneira tão rápida e diferente, inclusive a própria MPB. O disco aponta para uma MPB que talvez não faça mais sentido, que flerta com o passado e com o futuro. Por isso, tenho uma saudade mas que também já passou", afirma Luiza.

TECNOLOGIA A canção é um dos focos do trabalho da mineira. "Há todo esse questionamento que a tecnologia está trazendo. A globalização, tudo muito saturado e massificado, a gente tendo acesso à música do mundo inteiro. De alguma maneira, a canção embarcou nisso também", observa.
 
O disco solo chega com novidades, a começar pela sonoridade. Os dois primeiros – A toada vem é pelo vento (2012) e Tão tá (2017) – contaram com a participação de sua banda, Liquidificador. Já Tenho saudade... traz um som mais minimalista. "O grupo tinha uma formação grande, muitos sons, e agora decidi dar um novo conceito, só com trio. Yuri Vellasco toca as baterias; Davi Fonseca, pianos e teclados; eu, baixo e violão. Também escrevi os arranjos de cordas e sopros. Foi bem diferente de tudo o que já tinha feito. Não deixa de ser uma ousadia na minha carreira", revela a artista, que também é vocalista e guitarrista do grupo Graveola.
 
Luiza assina praticamente todas faixas – a exceção é Queremos saber, de Gilberto Gil. Compôs sozinha e com os parceiros Brisa Marques (Oração 11), Thiago Amud (Estrela cega da Turquia), Júlia Branco (Quero cantar, com a banda Tuyo), Gustavito Amaral (Esmeralda), Ronaldo Bastos (na belíssima Acorda para ver o sol, com participação de Fernanda Takai) e César Lacerda (que divide com ela os vocais em De cara). A produção musical é de Fernando
 
Luiza assina praticamente todas faixas – a exceção é Queremos saber, de Gilberto Gil. Compôs sozinha e com os parceiros Brisa Marques (Oração 11), Thiago Amud (Estrela cega da Turquia), Júlia Branco (Quero cantar, com a banda Tuyo), Gustavito Amaral (Esmeralda), Ronaldo Bastos (na belíssima Acorda para ver o sol, com participação de Fernanda Takai) e César Lacerda (que divide com ela os vocais em De cara). A produção musical é de Fernando
Rischbieter, da YB Music, de São Paulo. 
 
Cantor e compositor de Diamantina, César Lacerda é responsável pela direção artística do projeto.  "Ele é um músico extremamente talentoso e competente. Um cara que consegue elaborar muito bem as coisas, tem visão completa da produção, sem contar que é um grande amigo", diz Luiza.

SP Os dois dividem apartamento em São Paulo, onde ela mora há três anos. "Vivia aquela crise sobre o caminho a seguir, o que fazer artisticamente, e César me ajudou muito. Em nossas conversas, percebi que estava nascendo um disco", destaca Luiza.

O show de lançamento de Tenho saudade mas já passou está marcado para quinta-feira (8), no Rio de Janeiro. Em 21 de setembro, a turnê vai chegar ao Teatro Sesiminas, em Belo Horizonte.


 
TENHO SAUDADE 
MAS JÁ PASSOU
. De Luiza Brina
. YB Music
. Nove faixas
. R$ 25
. Disponível em todas 
as plataformas digitais 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA