Nina Becker lança 'Acrílico' em show na Autêntica

Com 12 faixas, o álbum traz estética em preto e branco, como sonoridade que se inspira nos trios de bossa jazz

por Márcia Maria Cruz 15/03/2018 12:12
O percurso como cenógrafa e artista visual fez com que Nina Becker se encantasse pelas cores. No entanto, o seu novo trabalho, o álbum Acrílico, vem em preto e branco. Mais do que uma escolha estética, Nina revela com essa opção cromática “estado de enlutamento” com os rumos políticos do Brasil. Ela localiza o início do recolhimento no processo que culminou com a destituição de Dilma Rousseff, a primeira mulher a ocupar a presidência do país. 

“Acrílico é todo em preto e branco. Um dos motivos é o luto. Sinto-me enlutada. Não sou defensora de Dilma, mas me abalou muito como ela saiu de forma horrorosa.Comecei a ficar toda em preto e branco. A minha casa está assim e não sei quando vai passar”, disse. No sábado, Nina fará o lançamento do álbum Acrílico nA Autêntica. “O formato é um pouco menor. Não tem como levar a banda inteira, com guitarra e bateria. Mas a energia do disco está toda no show. Vai ser demais.”

Com 12 faixas, a composição seminal foi feita para trilha da campanha da marca francesa Hermés que lançou lenço com estampas de Burle Marx e referências aos anos 1950. “Convidei banda composta de piano, contrabaixo e bateria, como os trios de bossa jazz. Pedro Sá veio com a guitarra. Fiquei impressionada com a guitarra barulhenta e piano mais clássico”, diz. 

André Passos/Divulgação
A produção de Acrílico é assinada por Nina Becker com o engenheiro de som e produtor Duda Mello (foto: André Passos/Divulgação)
Paralelo, Nina recebeu convite para fazer uma gravação para o Canal Brasil. Os projetos do álbum e do produto audiovisual se encontraram no trabalho Acrílico. “Propus fazer uma jam com esses músicos e filmar”, revela. O produto audiovisual está em processo de finalização, o álbum já pode ser apreciado nas plataformas digitais.  “Filmamos o processo todo: ensaios, a gravação das bases. Vamos gravar show que faremos no Rio em abril. É câmera na mão, muito artesanal. É muito experimental”, diz afirmando que está realizando um sonho.
 
Antes de Acrílico, Nina entrou no universo de Dolores Duran. O resultado é álbum Minha Dolores. “As composições do disco da Dolores mostram o momento difícil da minha vida, quando estava me separando do pai da minha filha”, diz. Já as composições para Acrílico demonstra fase de reencontros. “Para as composições de Acrílico voltei a estabelcer laços com os amigos. O trabalho é resultado de diversas parcerias.  Como os filhos, a canção tem a cara das duas pessoas”, pontua. 

Lançamento Acrílico, de Nina Becker. 
Sábado às 23h. A Autêntica. Rua Alagoas, 1172, Savassi. Ingressos: R$30 (antecipado pelo Sympla)

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA