Chico Buarque abre a turnê 'Caravanas' com show em Belo Horizonte

Além das 9 faixas do disco novo, Chico interpretou clássicos da carreira como Retrato em branco e preto, Iolanda, Partido alto, Todo sentimento e Sabiá

por Ana Clara Brant 13/12/2017 23:57


Após seis anos, Chico Buarque voltou ao palco do Palácio das Artes na noite desta quarta-feira (13). Belo Horizonte foi escolhida pela segunda vez para abrir a turnê nacional do compositor, Caravanas, que chega em janeiro ao Rio e em março a São Paulo. Foi com Minha embaixada chegou, de Assis Valente, que o cantor e compositor pediu passagem e foi aplaudido de pé quando as cortinas se abriram.

Além das 9 faixas do disco novo, Caravanas (Tua cantiga, Blues pra Bia, A moça do sonho, Jogo de bola, Massarandupió, Dueto, Casualmente, Desaforos e As caravanas) , Chico interpretou clássicos da carreira como Retrato em branco e preto, Iolanda, Partido alto, Todo sentimento e Sabiá. A apresentação - que começou com 25 minutos de atraso - teve ainda três bis: Geni e o zepelim, Futuros amantes e Paratodos.

Chico estava acompanhado do maestro, arranjador e violonista Luiz Claudio Ramos, de João Rebouças (piano), Bia Paes Leme (teclados e vocais), Chico Batera (percussão), Jorge Helder (contrabaixo), Marcelo Bernardes (flauta e sopros) e o baterista Jurim Moreira que substitui Wilson das Neves, que morreu em agosto, aos 81 anos. Aliás, Chico não deixou de reverenciar o mestre. Colocou um chapéu Panamá e cantou Grande Hotel (Wilson das neves e Chico Buarque). O artista faz shows em BH até o domingo.

Turnê de Chico Buarque

Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro, (31) 3236-7400.

De quinta (14) a sábado (16), às 21h; domingo (17), sessão extra às 18h. Só há entradas para domingo.  À venda na bilheteria do Palácio das Artes e no site www.ingressorapido.com.br.

Ana Clara Brant/EM/D.A.Press
(foto: Ana Clara Brant/EM/D.A.Press)

SET LIST

1)MINHA EMBAIXADA CHEGOU (Assis Valente - 1934)/MAMBEMBE (Chico Buarque – 1972)

 

2)PARTIDO ALTO (Chico Buarque – 1972)

 

3)IOLANDA (Pablo Milanés – versão de Chico Buarque – 1984)

 

4)CASUALMENTE (Jorge Helder / Chico Buarque – 2017)

 

5)A MOÇA DO SONHO (Edu Lobo / Chico Buarque – 2001)

 

6)RETRATO EM BRANCO E PRETO (Tom Jobim / Chico Buarque – 1968)

 

7)DESAFOROS (Chico Buarque – 2017)

 

8)INJURIADO (Chico Buarque – 1998)

 

9)DUETO (Chico Buarque – 1979)

 

10)A VOLTA DO MALANDRO (Chico Buarque – 1985)

 

11)HOMENAGEM AO MALANDRO (Chico Buarque – 1977/1978)

 

12)PALAVRA DE MULHER (Chico Buarque – 1985)

 

13)AS VITRINES (Chico Buarque – 1981)

 

14)JOGO DE BOLA (Chico Buarque – 2017)

 

15)MASSARANDUPIÓ (Chico Brown / Chico Buarque – 2017)

 

16)OUTROS SONHOS (Chico Buarque – 2006)

 

17)BLUES PRA BIA (Chico Buarque – 2017)

 

18)A HISTÓRIA DE LILY BRAUN (Edu Lobo / Chico Buarque – 1982)

 

19)A BELA E A FERA (Edu Lobo / Chico Buarque – 1982)

 

20)TODO 0 SENTIMENTO (Cristovão Bastos / Chico Buarque – 1987)

 

21)TUA CANTIGA (Cristovão Bastos / Chico Buarque – 2017)

 

22)SABIÁ (Tom Jobim / Chico Buarque – 1968)

 

23)GRANDE HOTEL (Wilson das Neves / Chico Buarque – 1997)

 

24)GOTA D’ÁGUA (Chico Buarque – 1975)

 

25)AS CARAVANAS (Chico Buarque – 2017)

 

26)ESTAÇÃO DERRADEIRA (Chico Buarque – 1987)

 

27)MINHA EMBAIXADA CHEGOU (Assis Valente- 1934)

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA