Depois da curiosidade dos fãs, Anitta revela com que roupa íntima passou a última virada de ano

Artista contou que estava sem a peça, devido ao figurino do show que fazia. Ou seja, entrou o ano trabalhando

por Marcelo Ernesto 24/12/2017 08:17
Instagram/Reproducao da Internet
(foto: Instagram/Reproducao da Internet)


Fim de ano a gente quer sempre rever métodos, refazer planos e também comemorar o que deu certo. Se teve alguém que se deu bem, no bom sentido, em 2017, essa pessoa foi a cantora de funk/pop Anitta. Um hit atrás do outro e recordes, muitos recordes.

Esse currículo de sucesso fez muitos fãs questionarem a artista sobre qual a cor da roupa íntima ela usou na virada de 2016 para 2017 para, digamos, seguirem o ritual e garantir que 2018 seja - nem que um pouquinho só -, parecido com o dela.

Quem encabeçou os questionamentos foi o perfil de humor “Chapolin Sincero”. “Queria saber qual foi a cor da calcinha que a Anitta usou na virada do ano passado, pra eu usar este ano também”, postou. Só no perfil no Instagram a publicação teve mais de 177 mil curtidas, entre vários comentários.

No Twitter o assunto, como de costume, também rendeu e virou dúvida geral.

Pois bem, Anitta não deixou seus admiradores sem resposta: “Eu passei sem calcinha por causa da roupa do show”, revelou a cantora em sua conta no microblog. Mas, complementou dizendo que o sucesso veio com o combo de muito trabalho. “Mas não adianta só virar o ano que nem eu...tem que trabalhar feito louca para se dar bem no meio dessa crise”, postou, se divertindo com a curiosidade dos fãs.

Reprodução/Twitter
(foto: Reprodução/Twitter )


Mas, se você não é tão ousada ou ousado como a artista para ficar sem a roupa íntima na virada, vae se inspirar na segunda parte do recado e trabalhar muito.

 

Vai Malandra


Anitta lançou na segunda-feira o videoclipe Vai malandra, último de seu projeto Check Mate. Em menos de 24 horas, a produção, gravada no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, já mostra resultado por meio dos números mostrados nas plataformas digitais. 

No YouTube, o clipe é a melhor estreia brasileira da história. Em 10 horas, ele acumulou cerca de 8 milhões de visualizações. No Spotify o sucesso não foi diferente. Na parada mundial a música ficou no top 20.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MEXERICO