Com Michelle Bolsonaro fantasiada de palhaça, Mario Frias ataca artistas

No evento só foi apresentada uma cartilha, ações da campanha não foram especificadas pela Secretaria da Cultura

Reprodução/Twitter
Mario Frias, Michelle Bolsonaro e Damares Alves (foto: Reprodução/Twitter)

Na última quarta-feira (20/10), o governo federal lançou uma campanha intitulada Respeitável Circo! , destinada a artistas e produtores do ramo circense.
 
Entre os presentes na solenidade, estavam a primeira-dama, Michelle Bolsonaro , a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves , e o  atual secretário especial  de Cultura, Mario Frias .

De acordo com as informações da Folha de S. Paulo , no evento a esposa do presidente do Jair Bolsonaro (sem partido) estava caracterizada como palhaça e identificada em uma plaqueta como "doutora Florinda".

Michelle  vestindo um nariz vermelho de palhaço declarou: "Meus amigos, meus palhacinhos lindos".

"Olha, não aceito fazerem meme com o meu nariz, viu? Com certeza, ministra Damares, vai dar ruim", avisou a primeira-dama.  

Durante a cerimônia não foram apresentados detalhes da iniciativa organizada por diversos ministérios, mas houve a distribuição de uma cartilha com sugestões para que gestores municipais resolvam problemas como falta de terreno adequado para montagem de lonas.

Veja, abaixo:
Em seu Twitter , Frias atacou artistas e disse que foi lançada uma importante campanha de valorização em prol de grupos circenses itinerantes no país.

"Uma área por muito tempo desvalorizada, por não servir ao glamour que movimentava a elite artística que monopolizava as verbas públicas da Cultura", escreveu o  ator  e  apresentador .

"Iniciamos um novo olhar, um em que a política pública está voltada ao homem comum e toda a sua simples e extraordinária cultura. Este é um Governo dedicado a colocar num altar sagrado todas as expressões culturais populares que, outrora, foram solenemente ignoradas".

Mario Frias

 
Na mesma rede social, o secretário afirmou: "O circo tem que ser respeitado. Na minha gestão será prioridade".
 
Confira, abaixo:
 
Vale ressaltar que as artes circenses são contempladas na política de incentivo à cultura desde 1991 sob a categoria das artes cênicas.

Cartilha

Ao longo de 30 páginas, o arquivo exalta a importância cultural dos circos e pretende esclarecer os direitos e deveres de quem trabalha com o circo.

A cartilha também fala sobre as dificuldades no acesso à educação e à saúde, com a inclusão de populações em situação de rua, circense e povos ciganos nômades no programa Conecte SUS .

Além disso, o evento também anunciou o selo Município Amigo do Circo , uma premiação para cidades que apoiam o setor e que deve ocorrer no primeiro semestre de 2022 .