Gabby Petito é encontrada assassinada em floresta e noivo é suspeito

A americana de 22 anos desapareceu enquanto fazia uma viagem de carro com o noivo pelo país e o último contato com a família aconteceu em agosto

Reprodução/Instagram
Gabby Petito (foto: Reprodução/Instagram)

A influenciadora Gabby Petito , que estava desaparecida desde agosto, teve seus restos mortais encontrados na Floresta Nacional de Bridger-Teton, em Wyoming, EUA, neste último domingo (19/09). Segundo informa o FBI , ela pode ter sido assassinada. 

O médico legista concluiu a confirmação após a realização de testes de DNA e logo após, o FBI afirmou que dará sequência às investigações para dar fim ao misterioso caso. A americana de 22 anos desapareceu enquanto fazia uma viagem de carro com o noivo pelo país e o último contato com a família aconteceu em agosto. 

A família de Gabby reportou o desaparecimento no dia 11 de setembro e seu pai fez um apelo à população para fornecer qualquer informação que possa ser útil na investigação durante uma entrevista coletiva realizada na última quinta-feira (16). 

Duas semanas antes de seu desaparecimento, a polícia da cidade de Moab, no Utah, foi chamada para um possível incidente de violência doméstica envolvendo o casal. Vídeos da câmera corporal de um agente foram divulgadas, mostrando Petito chorando e reclamando da saúde mental para os agentes. Segundo ela, o casal vinha discutindo com mais frequência. 

O companheiro de Gabby , Brian Laundrie , retornou para casa no dia 1º de setembro e se recusou a falar com a polícia sobre o caso. De acordo com o site TMZ , uma denúncia anônima sobre o caso de Petito informou que o noivo de 23 anos foi visto agredindo a jovem semanas antes do desaparecimento. O suspeito está sendo investigado.

O site também informou que a polícia da Flórida está investigando imagens da floresta captadas pela câmera do autor de outra denúncia. Segundo o denunciante, Brian estaria andando por um local distante de sua residência carregando uma mochila. O registro também será utilizado na investigação da morte de Gabby Petito

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: