Isadora Pompeo critica campanha do Burger King com temática LGBTQIA+

'Criança não tem que ser gay, lésbica, trans', disse cantora gospel

Reprodução/Instagram
Isadora Pompeo (foto: Reprodução/Instagram)
 

Isadora Pompeo se posicionou de forma polêmica nesta sex-feira (25/06) a respeito de uma ação da rede de fast food Burger King. A campanha, chamada Como explicar?,  mostra crianças falando de forma simples sobre coisas relacionadas ao universo LGBTQIA+. Segundo a cantora, "crianças não têm nada a ver com sexualidade" e completou, dizendo que elas não devem ser 'sexualizadas'.

O tweet da estrela da música gospel foi parar em sua conta no instagram com a seguinte legenda: "BK, não mais". A atrista recebeu amplo apoio de seu público, majoritariamente cristão, e muitos falam em boicote ao Burger King, assim como Pompeo.

O comercial foi feito em celebração do Dia Do Orgulho LGBT, celebrado em 28 de junho. Em declaração ao UOL, a rede de fast food declarou: "No BK, acreditamos no respeito como princípio básico de todas as relações humanas e não toleramos o preconceito. Aqui, todas as pessoas são bem-vindas". Confira o vídeo, publicado no canal oficial da marca:

 
Cancelada e com orgulho

 

Isadora seguiu falando sobre o assunto em seu twitter, após se declarar 'cancelada' por conta de suas opiniões: "Você é cristão e não foi cancelado, você está sendo cristão errado", declarou. O posicionamento da jovem cantora foi apoiado por grande parte do público, mas rebatido por outros internautas.

 

 

 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: