Após três anos sem notícias, Duro de Matar 6 é oficialmente cancelado

Informação é revelada pelo produtor Lorenzo di Bonaventura em entrevista ao Polygon

Divulgação
Bruce Willis voltou a viver John McClane, mas em comercial de TV (foto: Divulgação)

O filme Duro de matar 6, que se chamaria McClane, está cancelado oficialmente. Durante uma entrevista ao Polygon, o produtor Lorenzo di Bonaventura revelou que o longa não irá acontecer.

 

A produção do filme iria se basear em histórias paralelas, uma no presente e outra contada por flashbacks nos anos 70. "Isso não está acontecendo", disse. "O mais interessante foi que realmente tivemos uma ideia para fazê-lo. Era um projeto que não tinha elementos de ‎‎Duro de Matar‎‎, e que, eventualmente, se tornou parte da franquia."

 

Após a fusão entre Walt Disney e 20th Century FOX, o filme obteve o cancelamento, segundo o site Cinepop. ‎"Nossa ideia permitia que você conhecesse um jovem John McClane, ao mesmo tempo que usava Bruce [Willis] nas cenas do presente. Seriam essas duas versões dele. Um pouco como ‎‎’O Poderoso Chefão: Parte 2", concluiu.

 

Ainda segundo o site, os direitos da franquia são da Disney, e o roteiro chegou a ser reescrito pela dupla Chad e Carey Hayes, conhecidos pelo terror Invocação do mal. Vale lembrar que o último filme fa franquia, Duro de matar: Um bom dia para morrer (A Good Day to Die Hard) custou US$ 92 milhões e teve uma arrecadação de cerca de US$ 67,2 milhões nos EUA.  

 

Recentemente, o ator Bruce Willis voltou a viver John McClane, mas, apenas para um comercial de TV da marca de baterias de carro. Confira: 

 

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: 

MAIS SOBRE CINEMA