Martin Scorsese vence prêmio espanhol Princesa das Astúrias

'Figura indiscutível do cinema contemporâneo', foi um dos pontos destacados pelos jurados ao definir cineasta norte-americano, que também será homenageado no Festival de Cannes

por AFP - Agence France-Presse 25/04/2018 08:53
Reprodução/Filminquiry
(foto: Reprodução/Filminquiry)
O cineasta americano Martin Scorsese foi anunciado nesta quarta-feira (25) como o vencedor do prêmio espanhol Princesa das Astúrias das Artes, pela trascendência de sua obra que o tornou uma "figura indiscutível do cinema contemporâneo".

Scorsese, 75 anos, dirigiu "mais de 20 de filmes que já fazem parte da história do cinema e permanece atualmente em plena atividade", afirmou o júri em sua decisão, divulgada em Oviedo (norte da Espanha).

Vencedor do Oscar de melhor diretor por Os infiltrados (2006) e de muitos outros prêmios em sua longa carreira, Scorsese é responsável por obras-primas como Taxi Driver (1976), Touro indomável (1980), Os bons companheiros (1990), entre outros.

O júri destacou que o americano "desenvolveu também uma intensa e ampla tarefa de recuperação, restauração e difusão do patrimônio cinematográfico histórico" por meio de projetos como The Film Foundation e World Cinema Project.

O prêmio das Artes é o primeiro dos oito anunciados pela Fundação Princesa da Astúrias. 

Dotados com 50 mil euros e uma escultura criada por Joan Miró, o prêmio homenageia pessoas ou instituições relevantes em áreas que vão da pesquisa científica aos esportes.

CANNES O diretor também será homenageado em 9 de maio, durante a programação do Festival de Cannes. Ele receberá o prêmio Carrosse d'or como reconhecimento de sua contribuição à sétima arte. Na ocasião da entrega, será exibido o filme Caminhos perigosos, seu primeiro sucesso, que integrou a Quinzena dos Realizadores no festival francês em 1974. Dois anos depois, ele recebeu a Palma de Ouro por Taxi Driver. Em 1986, Scorsese foi eleito, na premiação, o melhor diretor pelo filme Depois de horas.

MAIS SOBRE CINEMA