Tragicomédia 'Três anúncios para um crime' chega aos cinemas brasileiros

Racismo, violência e marketing são abordados em no filme protagonizado por Frances McDormand

por Pedro Galvão 15/02/2018 09:22
Fox Films/Divulgação
Frances McDormand interpreta a mãe que desafia a polícia e sua pequena cidade para descobrir os assassinos da filha. (foto: Fox Films/Divulgação)

Em tradução literal, o título original diz: Três quadros de aviso em Ebbing, Missouri (Three billboards outside Ebbing, Missouri). O enunciado é bem explicativo sobre o ponto central da trama de um dos favoritos ao Oscar de melhor filme deste ano. Mesclando drama e humor sarcástico, o longa conta a história da mulher que instalou três outdoors publicitários à beira da estrada, em uma pequena cidade do interior do Missouri, nos EUA, cobrando explicações das autoridades policiais sobre o brutal assassinato de sua filha. A repercussão desse gesto altera completamente a rotina da pacata comunidade. Vencedor de quatro prêmios Globo de Ouro, incluindo melhores drama e roteiro, o longa estreia nesta quinta-feira (15) em Belo Horizonte.

A personagem principal é Mildred Hayes, interpretada por Frances McDormand. O papel rendeu a ela o Globo de Ouro de melhor atriz em drama e a indicação ao Oscar. Em 1997, Frances, de 60 anos, conquistou a estatueta por Fargo: uma comédia de erros, que apresenta semelhanças com Três anúncios para um crime. Trata-se de uma tragicomédia, também chamada de “humor negro”, dentro de uma trama policial. Desta vez, o reconhecimento da atriz se deve à competência em construir a mulher atordoada pelo estupro e assassinato da filha e, ao mesmo tempo, determinada a enfrentar policiais incapazes de resolver o caso, embora extremamente preocupados com a própria reputação, ferida pelos cartazes.

O principal antagonista de Mildred é o delegado Bill Willoughby (Woody Harrelson), chefe das investigações e citado nominalmente em um outdoor. Com anos de dedicação ao ofício, ele mantém posição de respeito e prestígio diante da comunidade. O personagem é retratado com o estereótipo do chefe de família norte-americana branco, defensor da lei e dos bons costumes em um dos estados mais conservadores do país. A publicação questionando sua competência é capaz de causar solidariedade e revolta em muita gente, os mesmos sentimentos provocados pelo drama de Mildred.

COADJUVANTE Harrelson disputa o Oscar de melhor ator coadjuvante, assim como Sam Rock-well, que interpreta o jovem policial Jason Dixon, subordinado de Willoughby, por quem nutre devoção. No entanto, Dixon se apresenta como o “tira mau”, capaz de atrocidades contra quem está em seu caminho, ainda que seja um bobalhão, tratado como criança pela mãe. Os negros de Ebbing são o principal alvo do jovem, e isso faz com que muitos deles se solidarizem com Mildred em sua guerra pessoal contra a polícia.

O racismo é criticado em Três anúncios... tanto com ironias à estupidez dos brancos quanto em outros desdobramentos da trama. Esse pode ser um dos fatores que pesaram para as premiações obtidas pelo longa. Nos últimos anos, Hollywood assistiu a protestos de artistas negros pela desigualdade de indicações no Oscar. A resposta, em alguns momentos, vem por meio do olhar favorável a produções que abordem, de alguma forma, causas ligadas às chamadas minorias. Este ano, Corra!, dirigido pelo afro-americano Jordan Peele, vai disputar a estatueta de melhor filme também com enredo tragicômico sobre o racismo.

PADRÕES O elenco de Três anúncios para um crime conta com Peter Dinklage (o Tyrion Lannister de Game of thrones, em papel discreto) e Red Welby, que interpreta o publicitário responsável pelos outdoors. Além da adequação a questões sociais e das boas atuações, o filme de Martin McDonagh conquista por apresentar personagens desencaixados de padrões. Há o lado fracassado da protagonista, cheia problemas familiares e de relacionamento, inclusive com a filha morta. Por sua vez, os antagonistas têm qualidades e o “lado humano” ressaltados em alguns momentos.

Esse conjunto de atributos já rendeu ao diretor inglês, de 47 anos, mais conhecido pelo curta Six shooter, vencedor do Oscar em 2006, troféus no Critic’s Choice Awards e no prêmio do Sindicato dos Atores, além do Globo de Ouro. Some-se a isso as sete indicações ao Oscar e as nove ao Bafta, concedido pela Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão.

 

Abaixo, confira o trailer de Três anúncios para um crime

 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA