Natalie Portman critica Globo de Ouro por ignorar mulheres na categoria de Melhor Direção

Nomes como Greta Gerwig, Patty Jenkins e Dee Rees são tidos como 'esquecidos' pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood

por Estado de Minas 08/01/2018 11:06
CBS/Reprodução
Atriz criticou as escolhas da organização do prêmio. (foto: CBS/Reprodução)
Natalie Portman causou controvérsia durante o Globo de Ouro 2018 ao criticar a premiação por ignorar profissionais femininas na categoria de Melhor Direção. Ao anunciar os cinco cineastas indicados, a atriz disse: ''Aqui estão todos os candidatos masculinos''.

A sutil crítica causou furor da plateia e na audiência, que reagiu na internet endossando o discurso da atriz. Desde que anunciou os indicados à categoria, a Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood vem recebendo uma enxurrada de críticas. 
 
Os comentários assinalam que diretoras como Greta Gerwig (Lady bird: A hora de voar, 2018), Patty Jenkins (Mulher Maravilha, 2017) e Dee Rees (Mudbound - Lágrimas sobre o Mississipi, 2017) poderiam ser indicadas.
 
Confira o momento: 
 
No entanto, o páreo ficou entre Christopher Nolan (Dunkirk, 2017), Ridley Scott (Todo o dinheiro do mundo, 2018), Guillermo del Toro (A forma da água, 2018), Steven Spielberg (The Post - A guerra secreta, 2018) e Martin McDonaugh (Três anúncios para um crime, 2017). Guillerme del Toro levou o troféu para casa. 

Ao lado de outras atrizes como Reese Whiterspoon e Nicole Kidman, Natalie também protestou contra a má conduta sexual dos homens na indústria do entretenimento e compareceu à premiação em um vestido preto. As celebridades de Hollywood se vestiram desta maneira como forma de chamar atenção para o assédio sexual no mundo do entretenimento, evidenciado com os escândalos em torno do produtor Harvey Weinstein, e seguiu, como um efeito dominó, atingindo muitos outros nomes da indústria.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA