A um mês da estreia, Ridley Scott decide tirar Kevin Spacey de filme

Ator é acusado de abuso e assédio sexual e está no elenco do filme 'Todo o dinheiro do mundo'

por Estado de Minas 09/11/2017 08:27
Imperative Entertainment/Reprodução
Kevin Spacey em cena do filme 'Todo o dinheiro do mundo'. (foto: Imperative Entertainment/Reprodução)
As acusações envolvendo Kevin Spacey em casos de abuso de assédio sexual podem ter uma consequência sem precedentes em Hollywood. De acordo com o site Deadline, o diretor Ridley Scott decidiu retirar o ator de seu novo filme, Todo dinheiro do mundo, faltando pouco mais de um mês para a estreia. 

Para substituir, o cineasta teria escalado o ator Christopher Plummer. De acordo com a publicação, todos da equipe e do elenco - que tem Michelle Williams e Mark Wahlberg -  do longa concordaram em voltar aos estúdios e regravar as cenas em que Spacey aparece. A ideia é que as refilmagens comecem imediatamente
 
O filme conta a história do polêmico sequestro ocorrido na Itália em 1973, quando o bilionário J. Paul Getty (antes interpretado por Kevin Spacey), tem seu neto raptado por criminosos. Mesmo tendo dinheiro, ele se recusa a pagar a quantia exigida pelos bandidos. 

Para provar que se tratava de um sequestro de verdade, os bandidos mandaram para a família um pedaço de cabelo e parte da orelha direita do jovem. Segundo o Deadline, Kevin Spacey teria trabalhado de oito a dez dias no longa. 

A estreia estava prevista para o dia 22 de dezembro, nos Estados Unidos. 

Abaixo, confira o trailer de Todo o dinheiro do mundo
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA