UAI

Mingau, do Ultraje a Rigor, volta a ser internado em São Paulo

Baixista retornou ao Hospital São Luiz para tratar um desequilíbrio gastrointestinal e realizar alguns exames. Ainda não há previsão de alta.

Mingau, do Ultraje a Rigor, volta a ser internado após 25 dias em clínica de reabilitação Divulgação/Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 09/02/2024 16:31
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Rinaldo Oliveira Amaral, o Mingau, baixista do Ultraje a Rigor, voltou a ser internado no Hospital São Luiz, na Zona Sul de São Paulo, para cuidar de um desequilíbrio gastrointestinal e realizar exames.

Leia Mais

Após receber alta da Unidade de tratamento Intensivo (UTI) no dia 8 de janeiro, ele passou cerca de 25 dias em uma clínica de reabilitação motora e funcional.

 

De acordo com sua filha, Isabella Aglio, ele está bem. Ainda não há previsão de alta. "Meu pai teve que voltar pro hospital há alguns dias, mas tá tudo sob controle, tá tudo bem, ele tá sendo super bem cuidado lá. Então, ele não tá mais na clínica, ele tá no hospital, mas tá tudo bem", declarou, sem explicar o motivo da segunda internação.

 

A herdeira também agradeceu os eventos realizados no fim de semana para ajudar no tratamento dele. "A gente ainda tem a rifa da tatuagem com o Renato. Eu não tive tempo de vender, correria, meu pai internou de novo, mas faltam pouquíssimos números", comentou. A rifa intitulada "Juntos pelo Mingau", é vendida a R$ 50 e vale uma tatuagem com Renato Lombardi.

 

músico foi baleado na cabeça na Ilha das Cobras, em Paraty, litoral do Rio de Janeiro no dia 3 de setembro de 2023 e logo depois foi internado na capital paulista. Dos cinco suspeitos de envolvimento na tentativa de homicídio, a polícia prendeu quatro. O último preso foi um rapaz de 29 anos detido em uma na zona rural de Taubaté, no interior de São Paulo.

 

Mingau passou por uma cirurgia emergencial, feita logo depois do atentado. A segunda, para diminuir a pressão no crânio, e também uma traqueostomia (abertura frontal da traqueia com inserção de cânula), em 11 de setembro. No dia de sua alta do hospital, o artista deixou a unidade hospitalar sem sedação, respirando espontaneamente e com boa evolução do quadro neurológico, conforme divulgado no boletim médico.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp