UAI

Brasileiros criticam publicação polêmica do Grammy com foto de Anitta

A cantora estava concorrendo na categoria Artista Revelação, no último domingo (05/02)

Brasileiros criticam publicação polêmica do Grammy com foto da cantora Anitta Reprodução/Instagram
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 08/02/2023 10:34
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

O prêmio não veio, mas Anitta fez história no último domingo (05/02). A cantora foi indicada à categoria Best New Artist (Artista Revelação, em tradução livre) na cerimônia da 65ª edição do Grammy Awards e sua presença foi um dos assuntos mais comentados da noite. No entanto, ela perdeu para a cantora de jazz Samara Joy.

Leia Mais

 

A repercussão do resultado ganhou proporções mundiais e a imprensa acredita que a funkeira foi esnobada pela maior premiação da música. Nesta terça-feira (07/02), o perfil do Grammy publicou uma foto de Anitta com a legenda: "Aquele momento em que seu artista favorito ganha um Grammy".

 

O post causou polêmica e burburinhos entre os fãs da poderosa que não pouparam a premiação de críticas na aba dos comentários, dizendo que a publicação da foto da brasileira tinha um tom debochado e queria aproveitar o engajamento dos brasileiros.

 

"Postam foto da Anitta pra surfar no hype né? Meu Deus! O que não fazem por engajamento", questionou um seguidor. "Cara eu tô até rindo porque é cada coisa que chega a ser piada", disparou outro. "Pra engajamento vocês querem né, academia", afirmou um terceiro. "Tomem vergonha na cara. Meu Deus, a cara de vocês nem treme!", detonou outro internauta. "Grammy podre, usando a imagem dela pra engajamento, por que sabe que ela é a maior", reforçou mais um admirador. "Usando a imagem da verdadeira Best New Artist", destacou outra.

 

Confira, abaixo, o post:

A brasileira foi indicada após um grande ano, com o lançamento do álbum Versions Of Me e o sucesso do hit global Envolver. A faixa levou a brasileira ao top 1 do Spotify Global, a principal do streaming de música — ela se tornou a primeira cantora latina a ter um hit solo no topo da plataforma — o que registrou o nome da carioca no cobiçado livro dos recordes, o Guinness World Records (antigo Guinness Book). Além disso, ela também chegou ao 1º lugar das duas paradas globais da Billboard com  a canção em abril do mesmo ano e também faturou seu primeiro Video Music Awards (VMA).

 

A canção também fez muita gente deitar no chão para tentar reproduzir a coreografia em que a poderosa vai rebolando até o chão — que passou a ser conhecida como "El paso de Anitta" (ou "o passinho de Anitta", em tradução livre), ganhou projeção nos Estados Unidos e países da América Latina e Europa.

 

É claro que, para chegar lá, ela percorreu um longo caminho. Foram anos tentando emplacar na gringa. Anitta gravou com J Balvin, Maluma, Khalid, Prince Royce, Major Lazer, Cardi B, Becky G, Snoop Dogg, Black Eyed Peas, Iggy Azalea, Chencho Corleone, Myke Towers e até Madonna. Além disso, em abril de 2022, a estrela fez um show antológico no Festival Coachella, que aconteceu na cidade de Indio, na Califórnia. A apresentação, cheia de referências ao Brasil, repercutiu muito na imprensa internacional e ajudou a levar o nome de Anitta até o Grammy.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp