Globo exibe hoje primeira cena de sexo entre homens em uma novela

Personagens de Caio Blat e Ricardo Pereira vão ter uma noite de amor em 'Liberdade, liberdade'

por Estado de Minas 12/07/2016 10:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Apesar de Liberdade, liberdade, trama das 23h da Tv Globo, ir ao ar só à noite, o burburinho pelo capítulo de logo mais já começou nas redes sociais.


Isso porque a emissora promete fazer história na teledramaturgia brasileira ao exibir a primeiracena de sexo protagonizada por dois homens, os personagens André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira).

Tv Globo/Divulgação
Após uma bebedeira, André (Caio Blat)) e Tolentino (Ricardo Pereira) vão se render à paixão (foto: Tv Globo/Divulgação)

Até então, só houve espaço para um beijo gay - o primeiro foi em Amor à vida (2014). A trama gerou reação contrária da audiência conservadora, mas despertou grande comoção e fortes posicionamentos nos bastidores da trama dirigida por Vinicius Coimbra.

"A cena deve ir além do desejo represado, da relação homossexual desses dois personagens. Ela deve refletir o drama de cada pessoa que sofre algum tipo de repressão ou condenação social, seja por sexo, cor ou religião", pontua o diretor, no material de divulgação da cena em questão.

A gravação da cena, que não terá sexo explícito, ocorreu no dia 28 de junho e durou cerca de duas horas. Com poucas pessoas no estúdio, os dois atores se emocionaram e foram aplaudidos no momento.
Em entrevistas, Caio Blat e Ricardo Pereira mostram que estão satisfeitos com o significado do episódio.

"O amor que existe ali é lindo e traz muito do que a novela defende: a luta contra o preconceito, contra a intolerância e pela igualdade entre todas as pessoas", resume Ricardo Tolentino, em depoimento para o site da emissora. Naquela época, a homossexualidade era considerada crime e uma das penas era o enforcamento.

Na novela, os personagens sofrerão consequências pelo envolvimento. Rubião (Mateus Solano) pressionará Tolentino, que se alia à prostituta Gironda (Hanna Romanazzi) e permite que ela diga que viu os dois juntos. Ao ser visto com André, o capitão Tolentino dirá que estava bêbado e colocará a culpa em André, que será preso.

BOICOTE

Nas redes sociais, uma página católica está propondo um boicote á novela hoje. Na semana passada, começou a circular na internet uma imagem de protesto.
"Dia 12, o demônio agirá, por meio desta emissora, que transmitirá cenas de sexo gay numa de suas novelas! Você, católico, não pode servir a dois senhores", diz a imagem divulgada por uma página no Facebook voltada ao público católico.

Reprodução/Internet
(foto: Reprodução/Internet)



A partir daí, muita gente compartilhou a campanha com fervor, enquanto outros criticam ferozmente a página católica. Um deles foi o ator Mateus Solano, que sofreu na carne quando protagonizou o primeiro beijo gay entre homens na TV, na novela "Amor à Vida", em 2014.

"Amor x Igreja... Até quando?", escreveu o ator, que é o vilão da novela das 23h escrita por Mário Teixeira.


 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV