Charutinho, técnica do ninho e sling ajudam a acalmar o bebê

O início do relacionamento entre mãe e bebê nem sempre é fácil. Com a licença-paternidade curta, grande parte das mães vive o puerpério sozinha. Pedir e aceitar ajuda é necessário

por Redação 16/08/2016 18:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
SXC.hu
(foto: SXC.hu)
Os primeiros meses de vida do bebê são desafiadores principalmente para as mães e os pais de primeira viagem. Com todas as novidades e mudanças que um recém-nascido pode trazer para a rotina da casa, para o relacionamento do casal e, especialmente, para a vida da mulher que, em muitos casos se vê sozinha no cuidado diário com a criança, algumas estratégias podem ajudar a minimizar os desafios do início dessa relação. O balançar do colo e a suavidade das canções de ninar são fundamentais para acalmar as crianças.

Mas alguns sons do cotidiano também podem influenciar o comportamento dos bebês, deixando-os mais calmos. Tente o barulho da torneira funcionando, da máquina de lavar ligada ou da chuva caindo. Todos eles têm em comum a movimentação líquida constante e remetem aos sons que a criança se acostumou a ouvir quando ainda estava se desenvolvendo na barriga da mãe. Existem aplicativos para celulares e tablets que reproduzem esses barulhos.

Cada vez mais difundido no Brasil, o sling é outra alternativa para aliviar a cólica dos bebês. A peça varia no tipo de tecido e amarração (clique e saiba mais) e sua grande vantagem é que ela mantém o bebê junto ao corpo dos pais e pode ser utilizada em várias ocasiões: para fazer o bebê dormir ou quando for necessário para a mãe ou pai realizar alguma tarefa em precisem das mãos livres.

Soraia Piva / EM  / D.A. Press
(foto: Soraia Piva / EM / D.A. Press)


A técnica do ninho consiste em criar um ambiente ainda mais confortável para o bebê dentro do seu próprio berço. Montar um ninho é fácil. Você vai precisar de duas toalhas de banho e uma manta. Cada toalha deve ser enrolada e colocada lado a lado, de forma curva, resultando em um círculo. Com o bebê posicionado bem ao centro, esse formato resulta em um desenho de ninho e em um espaço confortável para a criança.



A técnica do charutinho (ou cueiro) é uma prática muito difundida e altamente confortável para o bebê. Estique a manta, dobre um dos cantos e posicione a criança. Ao transpassar os lados, envolva todo o corpo do bebê. A dobradura cria um ambiente apertado, porém confortável, que lembra a posição do pequeno quando na barriga da mãe.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA