Série de exercícios do RPG evita e alivia diversos tipos de dores; saiba mais sobre a técnica

De acordo com a OMS, 85% dos brasileiros sofrerão de problemas nas costas em algum momento da existência

por Augusto Pio 02/04/2015 15:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gladystyon Rodrigues/EM/D.A Press
Para a fisioterapeuta Juliana Paiva, a técnica é preventiva, pois ensina o paciente a adotar a postura correta, evitando, com isso, incômodos futuros (foto: Gladystyon Rodrigues/EM/D.A Press)
Estudo publicado na revista da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos mostrou que cerca de 90% dos indivíduos que têm hérnia de disco podem se recuperar apenas com o uso de técnicas como a fisioterapia, a acupuntura, a reeducação postural global (RPG) e a utilização de medicamentos. E o que muitas pessoas não sabem é que a preocupação com a coluna pode ser resolvida com a RPG, uma série de exercícios práticos que evitam e aliviam os diversos tipos de dores, com movimentos que ajudam a alongar a musculatura, além de contribuir para dar mais forma ao corpo. A técnica tem a função de fortalecer os músculos e ajudar no tratamento de doenças crônicas, uma vez que as dores na coluna atrapalham a vida de muita gente. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 85% dos brasileiros sofrerão de problemas nas costas em algum momento de sua existência. A organização garante que metade da população mundial se sente mal na região que vai do pescoço até o cóccix. Dessas pessoas, 60% nem sequer contam com um diagnóstico para o problema.

Para o fisioterapeuta Giuliano Martins, diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna), proprietário do ITC Vertebral Ribeirão Preto e ITC Vertebral Curitiba, e perito judicial do trabalho, a RPG deve ser aplicada por um profissional com formação na área. “O tratamento consiste em sessões realizadas de uma a duas vezes por semana, na clínica, que duram uma hora ou mais, de acordo com a necessidade de cada paciente. Logo na primeira avaliação, é possível se ter uma ideia do tempo a ser dedicado ao recurso terapêutico”, explica. “Quando o paciente é submetido aos cuidados de um fisioterapeuta, entre outras ações, este pode ajudá-lo a corrigir a postura, resolver problemas crônicos de coluna, tonificar os músculos, melhorar asma e bronquite e fazê-lo 'crescer' de dois a três centímetros com a recolocação dos ossos no lugar correto. Uma postura adequada colabora até com a diminuição da incômoda barriguinha, pois, ajustando a coluna, a barriga reduz.”

O especialista explica que a RPG também pode ser aplicada às mulheres grávidas. “Muitos médicos obstetras já indicam, com a devida atenção individual e adaptação à realidade da gestante. Incluem desde a preparação para o parto até a recuperação no pós-parto. As pessoas interessadas em utilizar a RPG no combate a doenças devem procurar especialistas na prática para não receber um tratamento inadequado”, adverte Martins.

REALINHAMENTO
Juliana Paiva, fisioterapeuta especialista em reabilitação de lesões da coluna vertebral, esclarece que a RPG é uma técnica francesa, criada pelo fisioterapeuta Philippe Souchard com o intuito de corrigir os "vícios" posturais e realinhar a coluna vertebral. “Um dos grandes diferenciais da técnica é o tratamento global dado às cadeias musculares retraídas. Nosso corpo funciona como em um jogo de dominó. Se ocorre o desalinhamento de um segmento, todo o corpo sofre alteração para compensar esse desequilíbrio, o que provoca dor, muitas vezes, em um local distante da causa do problema. Não são exercícios tais como pilates e musculação. A base do método são posturas estáticas (paradas) em que o paciente é colocado. Nessas posturas, o fisioterapeuta trabalha manualmente as retrações e vai evoluindo a postura dinamicamente. Normalmente, são três posturas por sessão, e, ao fim de cada uma, são realizados exercícios ativos de reequilíbrio, para que o paciente tome consciência do movimento correto.”

A fisioterapeuta salienta que qualquer pessoa pode fazer a RPG. “A pessoa não precisa estar sentindo algum incômodo. A técnica é preventiva, pois ensina o paciente a ter consciência, perceber seu próprio corpo e adotar a postura correta, evitando, com isso, incômodos futuros. A técnica é especialmente interessante nos casos de escolioses (desvios laterais da coluna) diagnosticadas precocemente na puberdade. É bastante eficaz em adolescentes, tanto para prevenir quanto para tratar as dores relacionadas à má postura (mochilas pesadas carregadas em um ombro só, maneira relaxada de assentar em sala de aula etc.). Outras indicações são lombalgias, cervicalgias, torcicolos, lesões articulares inflamatórias e degenerativas (artrite, artrose, bursite, tendinite), lesões por esforço repetitivo (LER), doenças respiratórias (asma, bronquite) e alterações uroginecológicas (incontinência urinária) por meio do fortalecimento do períneo, entre outras.”

Formada em fisioterapia pela UFMG, Juliana já trabalha com RPG há 10 anos e ressalta que esta é recomendada de uma a duas vezes por semana, dependendo do caso. “À medida que o tratamento evolui, as sessões podem ser espaçadas, até que uma vez por mês seja suficiente”, garante a especialista.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA