Oito indianas morrem em programa público de esterilização

Governos regionais da Índia costumam oferecer incentivos como carros e aparelhos elétricos aos casais que se apresentam voluntariamente aos programas de esterilização

por AFP - Agence France-Presse 11/11/2014 09:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Oito mulheres morreram e mais de 60 foram hospitalizadas, muitas delas em estado grave, na região central da Índia depois que passaram por um programa público de esterilização. Mais de 80 mulheres foram submetidas ao procedimento no estado de Chattisgarh no sábado(8/11) e a maioria passou mal pouco depois, segundo o governo local. "Na segunda-feira começamos a receber informações sobre casos de pressão, vômitos e outros problemas entre as mulheres que se submeteram à cirurgia", disse Sonmani Borah, funcionário do governo do distrito de Bilaspur, no estado de Chattisgarh.

"Oito mulheres morreram desde segunda-feira e 64 estão internadas em vários hospitais", completou o funcionário. Borah anunciou uma investigação do governo sobre o incidente. De acordo com o jornal The Indian Express, as operações em Chattisgarh foram realizadas por um cirurgião em um assistente em cinco horas.

Os governos regionais da Índia costumam oferecer incentivos como carros e aparelhos elétricos aos casais que se apresentam voluntariamente aos programas de esterilização, em uma tentativa de controlar a demografia do país, que tem 1,25 bilhão de habitantes.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA