Anvisa define composição de vacina contra a gripe para 2015

A composição da vacina contra a gripe é atualizada a cada ano, de acordo com os vírus circulantes, para garantir a eficácia do produto

por Agência Brasil 17/10/2014 12:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press
Resolução está de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde para (foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial da União define a composição da vacina contra a gripe que será usada no país no próximo ano.

A composição da vacina contra a gripe é atualizada a cada ano, de acordo com os vírus circulantes, para garantir a eficácia do produto. A resolução, segundo a Anvisa, está de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde para o Hemisfério Sul.

De acordo com o texto, as vacinas influenza trivalentes a serem utilizadas no Brasil a partir de fevereiro de 2015 deverão conter, obrigatoriamente, três cepas (tipos) de vírus em combinação: um vírus similar ao influenza A/California, um vírus similar ao vírus influenza A/Switzerland e um vírus similar ao influenza B/Phuket.

Ainda segundo a Anvisa, as cepas A/South Australia/55/2014, A/Norway/466/2014 e a/Stockholm são consideradas similares à cepa de vírus A/Swiesrland.

Já as vacinas influenza quadrivalentes deverão conter os três vírus descritos anteriormente e um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane. “As vacinas influenza a serem utilizadas no Brasil no ano de 2015 somente poderão ser produzidas, comercializadas ou utilizadas, se estiverem dentro das determinações e nas composições descritas nesta resolução”, informou a agência.

A Anvisa ressaltou que fica vedada a utilização de quaisquer outras cepas de vírus em vacinas influenza no Brasil, sendo que as que são atualmente comercializadas ou fabricadas fora destas determinações deverão ser retiradas do mercado.

A resolução entra em vigor hoje.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA